Investigadores criam programa ‘online’ para apoiar cuidadores de pessoas com demência

16 de Março 2023

O Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar da Universidade do Porto (ICBAS) desenvolveu um programa de apoio e formação ‘online’ para cuidadores informais de pessoas com demência, adiantou hoje aquela instituição.

Em comunicado, o ICBAS refere que o iSupport-Portugal, desenvolvido em colaboração com o Centro de Investigação em Tecnologias e Serviços de Saúde (CINTESIS) e a Associação Alzheimer Portugal e que tem por base o programa de intervenção com o mesmo nome da Organização Mundial da Saúde (OMS), é composto por cinco módulos e 23 sessões direcionadas para o autocuidado e para “vários aspetos do cuidar” de uma pessoa com demência.

“Cuidar de um familiar pode ser gratificante e contribuir para sentimentos de utilidade e realização. Contudo, os cuidadores informais de pessoas com demência são uma prioridade porque estão em risco acrescido de vir a desenvolver depressão, ansiedade, hipertensão, problemas digestivos e respiratórios, quando comparados com a população em geral”, explica, no texto, a investigadora do ICBAS Soraia Teles.

O ICBAS lembra que “é essencial que os cuidadores tenham à sua disposição ferramentas acessíveis” que lhes permita aceder a informação essencial para cuidarem da pessoa com demência e de si mesmo.

O programa, explica a investigadora, inclui módulos “direcionados para o autocuidado – como lidar com os sentimentos negativos do cuidar, estados de ansiedade – e módulos mais vocacionados para diferentes aspetos do cuidar – desde os cuidados básicos do dia a dia até, por exemplo, como comunicar com a pessoa de quem cuidam, ou como apoiá-la a tomar decisões”.

Uma das vantagens do iSupport-Portugal é o facto de ser desenvolvido ‘online’: “O apoio aos cuidadores carece de financiamento e tem estado muito dependente de projetos com duração limitada. Muitos cuidadores não têm horário ou mobilidade para participar em sessões de apoio e formação presenciais. As intervenções ‘online’ têm sido exploradas um pouco por todo o mundo como forma de alargar o apoio aos cuidadores, em virtude da sua acessibilidade, conveniência, e potencial de escalabilidade”, salienta Soraia Teles.

Portugal é o 4.º país da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE) com mais casos de demência por cada 1000 habitantes (21 casos).

O iSupport-Portugal está disponível Aqui para ser utilizado, sendo necessário apenas um registo.

O ICBAS, no âmbito de trabalhos de investigação do iSupport-Portugal, viu aprovado no Concurso de Projetos de I&D em Todos os Domínios Científicos 2022 um novo projeto exploratório (iSupport-Footprint), financiado por fundos nacionais através da Fundação para a Ciência e a Tecnologia.

LUSA/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights