Estudo para conhecer os números da insuficiência cardíaca chega ao Norte

5 de Abril 2023

Conhecer o número de pessoas que sofrem de insuficiência cardíaca em Portugal e caracterizá-las é o objetivo do PORTuguese Heart failure Observational Study, mais conhecido como estudo PORTHOS, que chega agora à zona Norte do país.

Depois de ter passado pela zona Centro, por Lisboa e Vale do Tejo e pelo Alentejo, espera-se, no Norte, a participação de 2.038 utentes do Sistema Nacional de Saúde.

O estudo, promovido pela Sociedade Portuguesa de Cardiologia e pela AstraZeneca, em parceria com a Nova Medical School, vai avaliar uma amostra representativa da população portuguesa (5.616 participantes), com residência em Portugal Continental e idade igual ou superior a 50 anos. Depois de contactados telefonicamente, os utentes que aceitarem participar no estudo serão convidados a deslocar-se a uma Unidade Móvel, instalada num camião, devidamente equipado com meios técnicos e humanos, onde se vão realizar alguns exames médicos, desde a colheita de sangue a exames, como o eletrocardiograma e o ecocardiograma. Na zona Norte do país, este camião passará por São João da Madeira, Vale de Cambra, Santo Tirso, Trofa, Braga, Felgueiras e Paços de Ferreira.

Os resultados do estudo PORTHOS irão aumentar o conhecimento e a informação sobre o impacto desta doença em Portugal e, consequentemente, permitir uma definição de políticas de saúde capazes de colmatar as necessidades reais existentes, já que os últimos dados disponíveis datam de há mais de vinte anos.

PR/HN/RA

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

Esclerose Múltipla

Cristiana Lopes Martins, fisiatra nos hospitais de Portimão e Lagos (Unidade Local de Saúde do Algarve) e na Unidade Local de Saúde do Litoral Alentejano; Eduarda Afonso, fisiatra no hospital de Faro (Unidade Local de Saúde do Algarve)

Enfermeiros querem reunir com António Gandra d’Almeida

O Sindicato Nacional dos Enfermeiros (SNE) saudou esta quarta-feira a eleição de António Gandra d’Almeida como novo diretor executivo do Serviço Nacional de Saúde. Em declarações ao nosso jornal, o responsável afirmou que vai solicitar uma reunião com António Gandra d’Almeida e a nova equipa.

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights