Dr. Ricardo Maia Medico dentista.

Saúde oral na grávida e bebé

01/02/2024

A gravidez enfraquece os dentes e por isso há maior risco para a doença cárie? 

Não. Durante a gestação pode haver agravamento das condições da má saúde oral, mas por si só a gravidez não aumenta a incidência de cárie dentária.

Durante a gravidez os dentes enfraquecem porque há perda de cálcio para o bebé?

Não. O cálcio está presente nos dentes da mãe, de forma estável e cristalina, não sendo disponível para a circulação sistémica. A gravidez não propicia aumento de incidência de cárie dentária.

A gengiva sangra mais na gravidez?

Sim. Devido a alterações hormonais a gengiva pode doer e sangrar facilmente, a situação agrava-se se não existirem cuidados adequados de higiene oral.

Em caso de dor de dentes que medicação pode ser feita?

Nunca se automedique. A grávida deve consultar um Médico Dentista para que lhe seja prescrita medicação ou efetuados os tratamentos dentários adequados que solucionem a situação dolorosa.

A grávida pode fazer qualquer tipo de tratamento dentário?

Sim. Mesmo que necessite de anestesia. Uma infeção oral é mais prejudicial para o bebé do que o tratamento dentário. O ideal seria fazer consulta de medicina dentária antes da gravidez a fim de evitar infeções orais durante este período. As consultas devem ser de curta duração preferencialmente de manhã, sendo mais indicado o segundo trimestre da gestação.

A que nível a higiene da grávida pode influenciar a saúde do bebé?

A higiene oral é a mais eficaz medida preventiva para evitar infeções da cavidade oral. A mãe pode infetar o bebé por meio de microrganismos provenientes de doenças infeciosas como a cárie dentária e doenças periodontais.

Quando se devem iniciar os cuidados de saúde oral infantil?

Devem iniciar-se com conselhos pré-natais aos futuros pais sobre a importância de manter uma boa saúde oral. Os cuidados de saúde oral infantil devem ser vistos como a base para uma educação preventiva que proporcione as condições normais para um ótimo crescimento, desenvolvimento e funcionamento. Mesmo antes da erupção dos dentes, devem limpar-se as gengivas do bebé com uma gaze humedecida com água, pelo menos uma vez ao dia, preferencialmente à noite, bem como estabelecer hábitos corretos de alimentação.

Qual a idade para a primeira consulta do bebé ao dentista?

A Academia Europeia e Americana de Odontopediatria recomendam a primeira visita ao dentista até ao primeiro ano de idade.

Devem tratar-se os dentes de leite?

Sim. Os dentes de leite podem ser afetados por cárie tal como os definitivos e como tal devem ser tratados.

Como atuar perante traumatismos nos “dentes de leite”?

Após um traumatismo é conveniente ir ao Médico Dentista imediatamente pois um tratamento precoce minimiza o risco de complicações posteriores. No caso dos dentes de leite, estes podem afetar diretamente a formação dos definitivos (alterando a cor, direção de erupção, etc…)

Quando erupcionam os primeiros dentes?

Normalmente os primeiros “dentes de leite” erupcionam entre os 6-8 meses de idade e até aos 2,5-3 anos de idade 20 dentes de leite devem aparecer na boca da criança.

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

Altamiro da Costa Pereira: “A Inteligência Artificial não passa de mais uma ferramenta à disposição do médico”

O impacto das tecnologias no ensino da Medicina e da prática clínica foi o tema escolhido para encerrar o ciclo de conversas conduzidas pelo professor catedrático, Jorge Polónia. Desta vez, e para terminar com ‘chave de oro’, o convidado foi o Diretor da Faculdade de Medicina do Porto, o Prof. Altamiro da Costa Pereira. O responsável destacou que apesar de a Inteligência Artificial ser uma ferramenta “poderosíssima”, esta “nos dá por si só novo conhecimento”, o que significa que “a investigação vai continuar a ser feita” e os médicos vão ser sempre necessários.

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights