APDI dedica mês de maio à consciencialização para a Doença Inflamatória do Intestino (DII)

19 de Maio 2024

A APDI – Associação Portuguesa da Doença Inflamatória do Intestino, colite ulcerosa, doença de Crohn está a dedicar, mais uma vez, o mês de maio à consciencialização para a Doença Inflamatória do Intestino (DII) seguindo as indicações da EFFCA – Federação Europeia das  Associações de Doença de Crohn e Colite Ulcerosa que neste ano de 2024 escolheu como mote “A  DII não tem fronteiras”.

Esta ação, que se engloba nas comemorações do Dia Mundial da DII – que  tem lugar a 19 de maio – decorre através das redes sociais da APDI, todas as terças-feiras e com  um tema diferente, juntando profissionais de saúde de diferentes áreas e pessoas com doença.

Assim, a APDI dividiu os encontros online abertos aos associados e ao público em geral, em quatro temáticas:

7 de maio  – “Navegando pela DII: o empoderamento da pessoa na gestão da sua saúde”

14 de maio – “Perspetivas sobre cuidados de saúde na DII: desafios e soluções”

21 de maio – “Política de Saúde: acessibilidade na DII

28 de maio – “Inovação em DII: avanços científicos no tratamento”

Tendo, pois, como fios condutores temas e assuntos que estão na ordem do dia relativamente à saúde em geral e à DII em particular, estes 4 webinares contam com a participação de pessoas que vivem com a doença, assim como com personalidades de referência no setor da saúde e da doença inflamatória intestinal como Fernando Magro; Marília Cravo; Hélder Mota Filipe; Ricardo

Veloso; Salomé Pinho; Sandra Martins; Jorge Ascensão; Carla Guimarães, entre muitos outros, sendo a transmissão realizada através do Facebook da APDI e do Canal APDI de Youtube, todas as terças-feiras de maio, às 19h00 horas.

Para Ana Sampaio, presidente da APDI, “mais uma vez a APDI está alinhada com a EFFCA, querendo passar informação e conhecimento a todos os associados bem como à sociedade em geral sobre os problemas de acessibilidade aos cuidados de saúde das pessoas que vivem com Doença Inflamatória do Intestino, assim como sobre a evolução do tratamento destas patologias  e a inovação que tem sido alcançada nos anos mais recentes”.

A Associação Portuguesa da Doença Inflamatória do Intestino, Colite Ulcerosa e Doença de  Crohn (APDI) é uma associação de doentes, sem fins lucrativos, que visa apoiar e possibilitar a  partilha de experiências às pessoas que vivem com doença inflamatória do intestino (DII), aos  seus familiares e amigos, bem como melhorar o conhecimento da população sobre estas doenças.

A Doença de Crohn caracteriza-se por uma inflamação crónica que pode afetar qualquer parte do tubo digestivo, desde a boca até ao ânus, de forma descontinua, atingindo todas a camadas da parede do tubo digestivo. Compromete mais frequentemente o intestino delgado no seu segmento terminal, denominado íleo e a parte proximal do intestino grosso (cólon). A doença evolui, caracteristicamente, por períodos de agravamento (crise) e períodos de ausência de sintomas (remissão).

A Colite Ulcerosa é uma doença crónica que afeta a camada interna (mucosa), que reveste o intestino grosso (Cólon). Na colite ulcerosa, a inflamação estende-se tipicamente de forma continua desde o ânus em sentido proximal no intestino. Esta mucosa fica inflamada e apresenta pequenas feridas na superfície (úlceras).

PR/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

Relatório de saúde STADA 2024: sistemas de saúde na Europa precisam de reformas urgentes

Os sistemas de saúde europeus estão em crise e necessitam de uma reforma urgente, revela o Relatório de Saúde da STADA 2024. Este inquérito representativo, que envolveu cerca de 46.000 entrevistados em 23 países europeus, destaca que os sistemas de saúde não conseguem atender adequadamente às necessidades de muitos europeus, levando-os a assumir a responsabilidade pela sua própria saúde.

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights