Enfermeiros querem reunir com António Gandra d’Almeida

22 de Maio 2024

O Sindicato Nacional dos Enfermeiros (SNE) saudou esta quarta-feira a eleição de António Gandra d’Almeida como novo diretor executivo do Serviço Nacional de Saúde. Em declarações ao nosso jornal, o responsável afirmou que vai solicitar uma reunião com António Gandra d’Almeida e a nova equipa.

O presidente do SNE, Emanuel Boieiro reagiu hoje ao anuncio feito pelo Ministério da Saúde sobre o novo diretor executivo do Serviço Nacional de Saúde.

Em declarações ao nosso jornal, o dirigente admitiu que o Sindicato Nacional dos Enfermeiros está bastante expectante em relação à escolha feita pela tutela. “Estamos bastante expectantes até porque conhecemos o trabalho desenvolvido pelo novo diretor executivo. Temos membros da nossa direção que já trabalharam com ele. Consideramos que o facto de ser militar pode trazer um componente adicional a nível da organização”.

O responsável considera que o nome de António Gandra d’Almeida é “à partida é um sinal positivo. Não temos medo da mudança. Acreditamos que as mudanças podem ser positivas. De qualquer modo, o novo diretor executivo terá de provar no dia-a-dia que é merecedor da confiança deste Governo.”

Emanuel Boieiro alerta que existe uma série de situações dos enfermeiros que estão bloqueadas e que é preciso ver resolvidas. “Há uma série de situações dos enfermeiros que estão bloqueadas, nomeadamente a renovação dos contratos e a abertura de concursos para enfermeiros especialistas. Temos cerca de dois mil enfermeiros, com vínculos de trabalho precários. Esperamos que tudo isto seja desbloqueado e que, do ponto de vista da DE-SNS, exista uma melhoria na organização”.

Questionado sobre se deve ser dadas novas competências à DE-SNS, respondeu: “penso que já passou o tempo para discutir este tipo de matérias. Após a implementação da Direção-Executiva do SNS e de os estatutos estarem aprovados e validados, o que importa neste momento é que fazer determinados ajustes em relação às inconformidades entre instituições.”

Emanuel Boieiro afirmou que o SNE vai pedir uma reunião. “Esperamos reunir com o novo diretor em breve, de maneira a conseguirmos perceber qual é a dinâmica que quer implementar. Isto de mudar as pessoas e de não mudar a dinâmica não altera nada na vida dos portugueses.”

O Ministério da Saúde anunciou hoje que escolheu o médico António Gandra d’Almeida para substituir Fernando Araújo como diretor executivo do SNS e adiantou que o tenente-coronel tem uma vasta experiência em emergência médica.

HN/VC

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

Guilherme Veríssimo: “A saúde começa pela boca”

A evidência científica comprova que a má saúde oral está diretamente relacionada com 23 doenças sistémicas, entre elas a diabetes e as doenças cardiovasculares, e cinco tipos de cancro. Esta realidade pode surpreender a maior parte da população, mas não os dentistas. Em entrevista ao nosso jornal, o Médico Dentista, Guilherme Veríssimo, frisa que a “saúde oral não se resume a uma questão estética”, deixando alguns alertas para a importância da correta higienização dos dentes. O médico dentista aproveitou ainda para desmistificar alguns dos principais mitos associados à doença peridontal.

INEM esclarece que chamadas via 112 são descentralizadas

O INEM esclareceu que as chamadas que dão entrada via 112 para o Centro de Orientação de Doentes Urgentes (CODU) são descentralizadas, avançando que hoje de manhã estavam ao serviço 48 técnicos, 24 dos quais em atendimento.

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights