Espanha regista mais de onze mil infetados, 43% em Madrid

Espanha regista mais de onze mil infetados, 43% em Madrid

Por outro lado, o pa√≠s contabilizou mais 177 mortes com a doen√ßa nas √ļltimas 24 horas, aumentando o total de √≥bitos para 31.791.

Madrid continua a ser a comunidade aut√≥noma com o maior n√ļmero de novas infe√ß√Ķes, tendo adicionado mais 4.810 casos aos n√ļmeros notificados na ter√ßa-feira.

Deram entrada nos hospitais com a doen√ßa nas √ļltimas 24 horas 1.241 pessoas, das quais 433 em Madrid, 162 na Andaluzia, 114 na Catalunha e 108 em Castela e Le√£o.

Há em todo o país 10.855 pessoas hospitalizadas com a doença e 1.539 pacientes estão em unidades de cuidados intensivos.

O ministro da Sa√ļde espanhol, Salvador Illa, e os respons√°veis pelo setor das comunidades aut√≥nomas n√£o conseguiram chegar a acordo sobre novas medidas de luta contra a pandemia.

Em Espanha, as autoridades regionais t√™m compet√™ncia exclusiva em mat√©ria de sa√ļde e o Governo central n√£o tem o poder de lhes determinar as suas decis√Ķes em mat√©ria de sa√ļde.

A proposta de Salvador Illa previa que municípios com mais de 100 mil habitantes com uma incidência acumulada de Covid-19 superior a 500 casos em 14 dias, uma percentagem positiva nos testes de diagnóstico superior a 10% e ocupação de camas nas unidades de cuidados intensivos superior a 35% tomem medidas suplementares para restringir a mobilidade dos seus habitantes.

A proposta do Minist√©rio da Sa√ļde √© feita depois do pr√©-acordo alcan√ßado na ter√ßa-feira entre o Governo central e o executivo da Comunidade de Madrid para estabelecer crit√©rios comuns para toda a Espanha nos territ√≥rios mais afetados pela pandemia.

A pandemia de Covid-19 j√° provocou mais de um milh√£o de mortos no mundo desde dezembro do ano passado, incluindo 1.971 em Portugal.

Na Europa, o maior n√ļmero de v√≠timas mortais regista-se no Reino Unido (42.143 mortos, mais de 453 mil casos), seguindo-se It√°lia (35.894 mortos, mais de 314 mil casos), Fran√ßa (31.893 mortos, mais de 550 mil casos) e Espanha (31.791 mortos, mais de 769.188 mil casos).

LUSA/HN

Brasil com 13.155 infetados e 317 mortes nas √ļltimas 24 horas

Brasil com 13.155 infetados e 317 mortes nas √ļltimas 24 horas

O país sul-americano totaliza agora 4.745.464 casos de infeção e 142.058 óbitos provocados pelo novo coronavírus.

O executivo brasileiro adiantou que 4.084.182 pessoas já recuperaram da doença e outras 519.224 infetadas permanecem sob acompanhamento.

J√° um cons√≥rcio formado pela imprensa brasileira, que colabora na recolha de informa√ß√Ķes junto das secretarias estaduais de Sa√ļde, anunciou que o pa√≠s verificou 385 √≥bitos e 16.412 infetados nas √ļltimas 24 horas.

No total, o consórcio constituído pelos principais media do Brasil revelou que o país contabiliza 4.748.327 casos e 142.161 vítimas mortais desde o início da pandemia, registada no país em 26 de fevereiro.

Os estados de S√£o Paulo (35.125), Rio de Janeiro (18.291), Cear√° (8.921) e Pernambuco (8.190) t√™m o maior n√ļmero de √≥bitos devido √† pandemia.

Considerando o n√ļmero de casos, S√£o Paulo (973.142), Bahia (306.629), Minas Gerais (290.137) e Rio de Janeiro (262.006) s√£o os que somam mais infe√ß√Ķes.

Na segunda-feira, a Funda√ß√£o Oswaldo Cruz (Fiocruz) divulgou uma nova edi√ß√£o do ‚ÄúBoletim Observat√≥rio Fiocruz Covid-19‚ÄĚ, segundo o qual, entre 07 e 21 de setembro, houve redu√ß√£o de camas livres para receber pacientes com Covid-19 na rede p√ļblica e privada nos estados do Amazonas, Rio Grande do Norte e Rio de Janeiro.

Por outro lado, houve um aumento do n√ļmero de camas livres para receber pacientes em Tocantins, Mato Grosso do Sul e Goi√°s.

A Fiocruz notou ainda que o cenário geral mantém uma melhoria, com exceção no município do Rio de Janeiro, que permanece na zona crítica, com 86% das suas camas de terapia intensiva para doentes em estado grave infetados pela preenchidos.

‚ÄúComo o estado do Rio de Janeiro n√£o disponibiliza no seu painel Covid-19 a taxa de ocupa√ß√£o de leitos de UTI [Unidade de Terapia Intensiva], temos trabalhado com a taxa para a capital‚ÄĚ, frisou a investigadora Margareth Portela, especializada em estudos sobre a utiliza√ß√£o, qualidade e custos de servi√ßos de sa√ļde, citada no boletim da Fiocruz.

‚ÄúAl√©m do munic√≠pio do Rio de Janeiro, outra preocupa√ß√£o √© o estado de Goi√°s, que se tem mantido na zona cr√≠tica h√° semanas. O Distrito Federal permanece com n√≠vel de ocupa√ß√£o de leitos de UTI elevado (75,8%), embora na zona de alerta intermedi√°ria‚ÄĚ, acrescentou Margareth Portela.

O Boletim Observat√≥rio Fiocruz Covid-19 destacou que as taxas de incid√™ncia e de mortalidade do novo coronav√≠rus permanecem em n√≠veis altos no Brasil, mas houve descida no n√ļmero de √≥bitos entre 07 e 21 de setembro em estados do norte do pa√≠s duramente afetados pela pandemia, sobretudo no Amazonas e em Roraima.

Por outro lado, o n√ļmero de mortes aumentou nos estados de Rond√īnia e Par√°, igualmente localizados na regi√£o norte.

De acordo com a an√°lise, estas oscila√ß√Ķes ‚Äúainda apontam uma situa√ß√£o de alerta nesses estados, onde outros surtos podem ocorrer, novamente comprometendo a capacidade de atendimento‚ÄĚ na rede de sa√ļde.

A pandemia de Covid-19 j√° provocou mais de um milh√£o de mortos e mais de 33,1 milh√Ķes de casos de infe√ß√£o em todo o mundo, segundo um balan√ßo feito pela ag√™ncia francesa AFP.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Depois de a Europa ter sucedido à China como centro da pandemia em fevereiro, o continente americano é agora o que tem mais casos confirmados e mais mortes.

LUSA/HN

Homem de 61 anos é primeira morte por Covid-19 num campo de migrantes na Grécia

Homem de 61 anos é primeira morte por Covid-19 num campo de migrantes na Grécia

Pai de duas crian√ßas, o homem residia no campo de Malakassa, perto de Atenas, onde foi hospitalizado, adiantou ainda o Minist√©rio das Migra√ß√Ķes e Asilo da Gr√©cia.

O campo de Malakassa foi um dos que foram colocados em quarentena no início de setembro, juntamente com os de Schisto e Elaionas, devido ao aumento de casos de infeção pelo novo coronavírus.

Na ilha de Lesbos, após o incêndio no campo de Moria, mais de 240 pessoas apresentaram resultados positivos.

Mais de 24 mil pessoas residem em acampamentos no país grego, maioritariamente nas ilhas, onde a situação permanece crítica, apesar dos esforços do Governo local para transferir milhares de pessoas para a Grécia continental desde o início de 2020.

Apesar de menos atingida em compara√ß√£o com outros pa√≠ses europeus, a Gr√©cia (10,9 milh√Ķes de habitantes) registou nos √ļltimos dias um aumento dos casos do novo coronav√≠rus.

O pa√≠s registou oficialmente, at√© ao presente, 17.444 casos. O n√ļmero total de mortos desde o surgimento da pandemia no final de fevereiro ascende a 379 pessoas.

A pandemia de Covid-19 j√° provocou pelo menos 998.463 mortos e mais de 32,9 milh√Ķes de casos de infe√ß√£o em todo o mundo, segundo um balan√ßo feito pela ag√™ncia francesa AFP.

LUSA/HN

Recorde de casos diários em Israel que prepara medidas mais rígidas para conter o vírus

Recorde de casos diários em Israel que prepara medidas mais rígidas para conter o vírus

Segundo o ‚Äėsite‚Äô israelita Ynetnews, o Minist√©rio da Sa√ļde de Israel indicou hoje que nas √ļltimas 24 horas registaram-se 31 mortos e 6.923 infetados com o novo coronav√≠rus no pa√≠s.

Estes n√ļmeros fazem subir o total de mortos para os 1.316, de acordo com o ‚Äėsite‚Äô noticioso, entre os cerca de 200 mil infetados com o v√≠rus, no pa√≠s de quase nove milh√Ķes de habitantes.

O ministério indicou também que 631 doentes se encontram em estado grave, 163 dos quais necessitam estar ligados a ventiladores.

A situação ocorre numa altura em que Israel vive algumas das suas festividades mais importantes, o Rosh Hashaná (Ano Novo Judaico) decorreu no passado fim de semana e o Yom Kipur (Dia do Perdão) assinala-se este ano a 27 e 28 de setembro.

O coordenador nacional para a pandemia, Ronni Gamzu, lamentou o facto de a população, cansada do que considera uma péssima gestão da crise, não estar a colaborar nem a cumprir as regras do distanciamento e dos cuidados.

Depois de ter estado reunido na terça-feira durante horas e sem chegar a acordo, o gabinete de gestão do coronavírus deverá decidir hoje medidas mais rígidas para conter a pandemia.

Segundo os media locais, a redu√ß√£o da atividade econ√≥mica ao m√≠nimo, a proibi√ß√£o de ora√ß√Ķes dentro de sinagogas e templos e a limita√ß√£o de manifesta√ß√Ķes s√£o algumas das medidas em considera√ß√£o.

A pandemia de Covid-19, transmitida por um novo coronav√≠rus detetado no final de dezembro na China, j√° provocou pelo menos 965.760 mortos e mais de 31,3 milh√Ķes de casos de infe√ß√£o em todo o mundo, segundo um balan√ßo da ag√™ncia France Presse.

LUSA/HN

China soma 38 dias sem casos locais de Covid-19

China soma 38 dias sem casos locais de Covid-19

A Comiss√£o de Sa√ļde da China indicou que os casos importados foram diagnosticados no munic√≠pio de Tianjin (norte), e nas prov√≠ncias de Guangdong (sul) Sichuan (sudoeste), Shandong (nordeste) e Henan (centro).

As autoridades disseram que, nas √ļltimas 24 horas, oito pacientes receberam alta, pelo que o n√ļmero de pessoas infetadas ativas no pa√≠s asi√°tico se fixou em 168.

Desde o início da pandemia, a China registou 85.307 infetados e 4.634 mortos devido à Covid-19, a doença causada pelo novo coronavírus SARS-CoV-2.

As autoridades chinesas referiram que 828.204 pessoas que tiveram contacto pr√≥ximo com infetados estiveram sob vigil√Ęncia m√©dica na China, das quais 6.864 permanecem sob observa√ß√£o.

A pandemia de Covid-19 j√° provocou pelo menos 965.760 mortos e mais de 31,3 milh√Ķes de casos de infe√ß√£o em 196 pa√≠ses e territ√≥rios, segundo um balan√ßo feito pela ag√™ncia de not√≠cias France-Presse (AFP).

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Depois de a Europa ter sucedido à China como centro da pandemia em fevereiro, o continente americano é agora o que tem mais casos confirmados e mais mortes.

LUSA/HN