China sem registo de mortos pelo nono dia consecutivo

24 de Abril 2020

Pequim, 24 abr 2020 (Lusa) - A China registou seis casos de infeção pelo novo coronavírus nas últimas 24 horas, dois deles oriundos do exterior, e voltou a não ter novas mortes, informou hoje a Comissão de Saúde do país.

Pequim, 24 abr 2020 (Lusa) – A China registou seis casos de infeção pelo novo coronavírus nas últimas 24 horas, dois deles oriundos do exterior, e voltou a não ter novas mortes, informou hoje a Comissão de Saúde do país.

Trata-se do terceiro dia consecutivo que o número de novos casos na China desce e o nono sem mortos pela doença.

Três casos de contágio local foram detetados na província de Heilongjiang, no nordeste da China, onde se regista, desde a semana passada, um aumento de infeções causado por cidadãos chineses oriundos da Rússia. Outro caso foi registado em Guangdong, província adjacente a Macau, no sudeste da China.

Dois casos importados foram ambos diagnosticados em Xangai, a “capital” financeira da China.

O número de infetados ativos no país fixou-se em 915, entre os quais 57 em estado grave.

Desde o início da epidemia, a China registou, no total, 82.804 infetados e 4.632 mortos. Até ao momento, 77.257 pessoas tiveram alta.

As autoridades chinesas referiram que 728.590 pessoas que tiveram contacto próximo com infetados estiveram sob vigilância médica na China, entre as quais 8.362 permanecem sob observação.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias France-Presse, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 190 mil mortos e infetou mais de 2,6 milhões de pessoas em 193 países e territórios.

Mais de 708 mil doentes foram considerados curados.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Lusa/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

Aumento de episódios de doença revela receios no acesso aos cuidados de saúde

Advertisement

Depois de uma década em evolução, o acesso dos cidadãos aos cuidados de saúde em Portugal revela um decréscimo. Os dados fazem parte do relatório “Acesso a cuidados de saúde, 2022 – As escolhas dos cidadãos no pós-pandemia”, apresentado hoje no auditório BPI All in One, em Lisboa.

Farmácia de Amares lesou o SNS em mais de 15 mil euros

Advertisement

O Tribunal de Braga concluiu que uma farmácia de Amares lesou o Serviço Nacional de Saúde (SNS) em mais de 15 mil euros, recebendo comparticipações por medicamentos que não vendeu, mas não conseguiu identificar o(s) autor(es) do plano criminoso.

Governo quer aumentar em 50% camas de cuidados continuados

Advertisement

O ministro da Saúde manifestou hoje a “ambição enorme” de aumentar em mais de 50% as camas de cuidados continuados até 2025, mas explicou que para isso será necessário o apoio do setor social e solidário.

MAIS LIDAS

Share This