Testes de diagnóstico em lar de Aljezur, no Algarve, todos negativos

25 de Abril 2020

Aljezur, Faro, 25 abr 2020 (Lusa) – Os testes de diagnóstico à covid-19 realizados a utentes e funcionários no lar Nossa Senhora D’Alva, em Aljezur, no distrito de Faro, deram todos resultados negativos, anunciou hoje a Câmara do concelho algarvio.

Aljezur, Faro, 25 abr 2020 (Lusa) – Os testes de diagnóstico à covid-19 realizados a utentes e funcionários no lar Nossa Senhora D’Alva, em Aljezur, no distrito de Faro, deram todos resultados negativos, anunciou hoje a Câmara do concelho algarvio.

A despistagem da infeção pelo novo coronavírus neste lar foi feita na quarta-feira, no âmbito de uma campanha realizada pelo Algarve Biomedical Center (ABC) e direcionada para todos os lares da região, e permitiu testar 113 pessoas, 59 utentes e 54 funcionários, todos com resultado negativo, precisou a Câmara de Aljezur num comunicado.

Para realizar os testes, foi montada uma “complexa operação” com “a colaboração dos Bombeiros Voluntários de Aljezur, que tiveram a seu cargo os transportes das equipas profissionais do ABC, de Faro para Aljezur, assim como o seu regresso”, com “todas as medidas excecionais de higienização e proteção” para garantir a “segurança de todos os envolvidos”, referiu a Câmara algarvia.

“Assim, dos testes realizados, deram todos negativos, razão pela qual deixa uma forte esperança de motivação pelo trabalho desenvolvido na proteção dos utentes deste lar, onde os profissionais que aí trabalham e toda a direção da Santa Casa estão de parabéns pelo seu empenho e determinação na proteção deste grupo de idosos, onde o risco é elevado”, congratulou-se a autarquia.

A mesma fonte considerou ainda que os resultados negativos “confirmam o bom trabalho desenvolvido”, mas sublinhou que este deve “obrigatoriamente continuar” porque é “necessário que sejam tomadas todas as medidas e ações” para a “salvaguarda do bem-estar destes utentes e dos funcionários desta instituição”.

O ABC – consórcio que reúne o Centro Hospitalar e Universitário do Algarve (CHUA) e a Universidade do Algarve (UAlg) – é a entidade responsável pela recolha de amostras para a despistagem da doença nos cerca de 90 lares de idosos no Algarve, que são depois processadas no Centro de Investigação em Biomedicina da universidade.

O lar Nossa Senhora D’Alva é gerido pela Santa Casa da Misericórdia de Aljezur, um dos únicos dois concelhos dos 16 do Algarve – com Alcoutim – que ainda não tem casos da covid-19 registados.

Portugal regista hoje 880 mortos associados à covid-19, mais 26 do que na sexta-feira, e 23.392 infetados (mais 595), indica o boletim epidemiológico divulgado pela Direção-Geral da Saúde (DGS).

Comparando com os dados de sexta-feira, em que se registavam 854 mortos, hoje constatou-se um aumento percentual de óbitos de 3%.

Relativamente ao número de casos confirmados de infeção pelo novo coronavírus, os dados da DGS revelam que há mais 595 casos do que na sexta-feira, representando uma subida de 2,6%.

A região Norte é a que regista o maior número de mortos (502), seguida da região Centro (188), de Lisboa e Vale do Tejo (170), do Algarve (11), dos Açores (8) e do Alentejo, que regista um morto, adianta o relatório da situação epidemiológica, com dados atualizados até às 24:00 de sexta-feira.

Lusa/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

Dois anos depois, acesso ao aborto divide Estados Unidos ao meio

A decisão do Supremo Tribunal dos Estados Unidos de revogar o direito federal ao aborto, tomada há dois anos, dividiu profundamente o país no que diz respeito ao acesso a cuidados de saúde. Atualmente, em 21 estados norte-americanos, o procedimento é ilegal ou restrito.

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights