Governo britânico vai pagar compensação por morte de profissionais de saúde

27 de Abril 2020

Londres, 27 abr 2020 (Lusa) - As famílias de profissionais do serviço de saúde público do Reino Unido e do apoio social que morram na frente de combate à pandemia da covid-19 vão receber uma compensação de 60 mil libras (69 mil euros), anunciou hoje o Governo britânico.

Londres, 27 abr 2020 (Lusa) – As famílias de profissionais do serviço de saúde público do Reino Unido e do apoio social que morram na frente de combate à pandemia da covid-19 vão receber uma compensação de 60 mil libras (69 mil euros), anunciou hoje o Governo britânico.

O “esquema de seguro de vida” foi revelado durante a conferência de imprensa diária do Governo sobre a crise pelo ministro da Saúde, Matt Hancock, ao confirmar a morte de 82 trabalhadores do serviço nacional de saúde (NHS, na sigla em inglês) e de 16 trabalhadores de apoio social.

“É claro que nada substitui a perda de um ente querido, mas queremos fazer tudo o que pudermos para apoiar as famílias que estão a enfrentar este sofrimento”, afirmou, admitindo o alargamento a outros trabalhadores considerados essenciais.

Perante a tendência decrescente do número de pacientes com covid-19 internados, Hancock disse que o NHS vai retomar a partir de terça-feira os serviços de tratamento para o cancro e serviços de apoio à saúde mental, que foram suspensos para aumentar a capacidade dos hospitais para a pandemia.

O ministro reassegurou também os britânicos que necessitem mas que possam estar evitar os hospitais, adiantando que o recurso às urgências caiu mais de 50% para 221 mil pessoas na semana passada, contra 477 mil em igual período do ano passado.

Perante os números diários de mortes por covid-19, com 360 hoje e 413 no domingo, o diretor-geral da Saúde de Inglaterra, Chris Witty, alertou para o risco de uma “queda artificial” dos números registados, coincidentes com o fim-de-semana, antecipando um aumento no resto da semana.

“No entanto, a tendência geral é de declínio gradual. Decididamente, ainda não passámos o pico em todo o país a esta altura”, vincou.

Na atualização feita hoje, o Ministro da Saúde indicou que nas últimas 24 horas foi contabilizada a morte de 360 pacientes com o coronavírus, fazendo aumentar o total para 21.092.

Este valor refere-se apenas aos hospitais e pode não incluir todos os óbitos verificados por atrasos no registo.

O número de casos de contágio aumentou 4.310 para 157.149 pessoas diagnosticadas até agora com o novo coronavírus no Reino Unido.

Lusa/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

Dois anos depois, acesso ao aborto divide Estados Unidos ao meio

A decisão do Supremo Tribunal dos Estados Unidos de revogar o direito federal ao aborto, tomada há dois anos, dividiu profundamente o país no que diz respeito ao acesso a cuidados de saúde. Atualmente, em 21 estados norte-americanos, o procedimento é ilegal ou restrito.

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights