Número de novos casos recua na Bélgica

27 de Abril 2020

Bruxelas, 27 abr 2020 (Lusa) – A Bélgica registou, nas últimas 24 horas, 113 mortes devido ao novo coronavírus, um recuo face às 178 de domingo, havendo até agora um total de 7.207 óbitos, segundo os dados oficiais hoje divulgados.

Bruxelas, 27 abr 2020 (Lusa) – A Bélgica registou, nas últimas 24 horas, 113 mortes devido ao novo coronavírus, um recuo face às 178 de domingo, havendo até agora um total de 7.207 óbitos, segundo os dados oficiais hoje divulgados.

De acordo com o boletim epidemiológico de hoje, há 553 novos casos confirmados de covid-19 nas últimas 24 horas, uma diminuição em relação aos 809 registados no domingo, num total de 46.687.

Nas últimas 24 horas foram internadas 127 pessoas (204 no domingo), num total de 14.764, e 93 tiveram alta (368 na véspera), o que perfaz 10.878 desde 15 de março.

O primeiro caso da pandemia covid-19 na Bélgica foi identificado em 04 de fevereiro, mas só começaram a ser recolhidos dados em todos os hospitais em 15 de março.

As mortes em lares e casas de repouso só começaram a ser incluídas na contagem diária em 10 de abril e incluem casos confirmados e suspeitos de infeção pelo coronavírus.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 204 mil mortos e infetou mais de 2,9 milhões de pessoas em 193 países e territórios.

Perto de 800 mil doentes foram considerados curados.

Em Portugal, morreram 903 pessoas das 23.864 confirmadas como infetadas, e há 1.329 casos recuperados, de acordo com a Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Para combater a pandemia, os governos mandaram para casa 4,5 mil milhões de pessoas (mais de metade da população do planeta), encerraram o comércio não essencial e reduziram drasticamente o tráfego aéreo, paralisando setores inteiros da economia mundial.

Face a uma diminuição de novos doentes em cuidados intensivos e de contágios, alguns países começaram, entretanto, a desenvolver planos de redução do confinamento e em alguns casos, como Bélgica, Dinamarca, Áustria, Espanha ou Alemanha, a aliviar algumas das medidas.

Lusa/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

APDI dedica mês de maio à consciencialização para a Doença Inflamatória do Intestino (DII)

A APDI – Associação Portuguesa da Doença Inflamatória do Intestino, colite ulcerosa, doença de Crohn está a dedicar, mais uma vez, o mês de maio à consciencialização para a Doença Inflamatória do Intestino (DII) seguindo as indicações da EFFCA – Federação Europeia das  Associações de Doença de Crohn e Colite Ulcerosa que neste ano de 2024 escolheu como mote “A  DII não tem fronteiras”.

Nuno Jacinto: “A Medicina Geral e Familiar tem um papel central em todos os sistemas de saúde”

O presidente da Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar (APMGF) reforçou a importância da especialidade na promoção da saúde e prevenção da doença. No âmbito do Dia Mundial do Médico de Família, Nuno Jacinto falou ao HealthNews sobre os constragimentos que estes profissionais de saúde enfrentam e dos desafios que os cuidados de saúde primários enfrentam em Portugal.

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights