Ministra alerta que sucesso do desconfinamento depende do comportamento dos portugueses

2 de Maio 2020

O sucesso do plano de desconfinamento depende do comportamento de todos os portugueses, alertou a ministra da Saúde, assinalando o Dia do Trabalhador com um agradecimento a todos os que garantiram o funcionamento do país durante estado de emergência.

“O país está mais pronto agora e precisa de iniciar a reativação faseada da sua vida económica, da sua vida social. Esse sucesso continua a depender, essencialmente, de nós”, afirmou Marta Temido, na conferência de imprensa diária de atualização de informação sobre a pandemia da covid-19.

Assinalando o Dia do Trabalhador, a ministra da Saúde deixou “uma especial referência ao esforço de todos aqueles que garantiram o funcionamento do país nesta fase, particularmente difícil e dura, desde logo os profissionais de saúde”.

Além da mensagem de reconhecimento pelo trabalho prestado durante o estado de emergência devido à covid-19, Marta Temido destacou a preparação das condições sanitárias para que aqueles que vão regressar ao seu local de trabalho o façam “com a maior segurança e tranquilidade possíveis”.

“Competindo-nos a todos, também, não os colocar em riscos adicionais pelo nosso comportamento individual” disse a ministra, apelando ao dever cívico de recolhimento e “ao cumprimento das regras que, para cada área, vão sendo definidas, divulgadas e aplicadas”.

Indicando que se tem verificado “muito bons exemplos”, o Governo pretende continuar a apostar no “reforço dos serviços de saúde preventiva ocupacional ao nível de empresas, ao nível de escolas, de tudo aquilo que são os serviços de uma sociedade que, aos poucos, gradualmente, de uma forma muito acompanhada, retoma o seu normal funcionamento”.

Portugal contabiliza 1.007 mortos associados à covid-19 em 25.351 casos confirmados de infeção, segundo o boletim diário da Direção-Geral da Saúde (DGS) sobre a pandemia divulgado hoje.

Relativamente ao dia anterior, há mais 18 mortos (+1,8%) e mais 306 casos de infeção (+1,2%).

Das pessoas infetadas, 892 estão hospitalizadas, das quais 154 em unidades de cuidados intensivos, e o número de casos recuperados passou de 1519 para 1.647.

Portugal vai terminar no sábado, 02 de maio, o terceiro período de 15 dias de estado de emergência, iniciado em 19 de março, e o Governo anunciou a passagem para situação de calamidade a partir das 00:00 de 03 de maio.

Devido ao fim de semana prolongado, o Governo decretou, entretanto, a proibição de deslocações entre concelhos de 01 a 03 de maio.

Lusa/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

AlmadaCare promove cursos para preparar futuros papás

A Clínica AlmadaCare, recentemente inaugurada, está comprometida em apoiar os futuros pais na preparação para a chegada dos seus filhos. É com este objetivo que a clínica promove o workshop “GPS Amamentação”, no dia 19 de abril, e o curso “T.I.M.E. para Nascer”, nos dias 21 e 27 de abril.

Ministra da Saúde solicita relatório sobre mudanças implementadas na área da Saúde

De acordo com o Expresso, a Ministra da Saúde, Ana Paula Martins, emitiu um despacho a solicitar à DE-SNS um relatório detalhado sobre as mudanças implementadas desde o início do mandato de Fernando Araújo. O objetivo é obter informações sobre as recentes alterações levadas a cabo pela DE-SNS e compreender melhor o modelo de Unidade Local de Saúde.

ESEnfC realiza hoje Encontro Anual do Programa de Doutoramento em Enfermagem

Arnaldo Santos e Gabriele Meyer estão hoje na Escola Superior de Enfermagem de Coimbra (ESEnfC), onde falarão, respetivamente, sobre “Liderar em ciência: processos e dinâmicas de cocriação na era global e digital” (14h30) e “Passado, Presente e Futuro das Ciências de Enfermagem” (15h30).

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights