Câmara de Oeiras vai oferecer um milhão de máscaras à população

11 de Maio 2020

A Câmara de Oeiras vai oferecer um milhão de máscaras cirúrgicas à população, a partir de terça-feira, no âmbito das medidas de desconfinamento social no combate à covid-19, num investimento de cerca de 500 mil euros.

Em comunicado divulgado hoje, a autarquia do distrito de Lisboa referiu que se “considerou adequado adquirir um milhão de máscaras cirúrgicas para garantir a distribuição pelo período de maio a julho, constituindo-se ainda uma reserva estratégica preventiva de nova fase de propagação”.

De acordo com o município, é importante acautelar as pessoas com meios de proteção adequados, no sentido de evitar a propagação do vírus, durante a reabertura progressiva do comércio e dos serviços.

A Câmara Municipal de Oeiras adiantou ainda que tem estado a adquirir equipamentos de proteção individual e feito “sucessivas consultas ao mercado”, fundamentando ser “este o momento indicado para fazer esta aquisição em larga escala”.

“Considerando as recentes orientações das autoridades de saúde, que apontam para o uso generalizado de máscaras e outros meios de proteção individual, o município está a garantir máscaras cirúrgicas de proteção em número adequado para oferecer à população”, pode ler-se no comunicado.

Os primeiros ‘kits’ de máscaras podem ser levantados a partir de terça-feira nos edifícios da Câmara Municipal, nas Juntas de Freguesia, nas esquadras da PSP, nas instituições particulares de solidariedade social (IPSS), no Centro de Saúde da Barcarena, na Associação de Moradores do Bairro dos Navegadores, em Porto Salvo, e no Bairro 25 de Abril, em Linda-a-Velha.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 282 mil mortos e infetou mais de 4,1 milhões de pessoas em 195 países e territórios.

Mais de 1,3 milhões de doentes foram considerados curados.

Em Portugal, morreram 1.144 pessoas das 27.679 confirmadas como infetadas, e há 2.549 casos recuperados, de acordo com a Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

LUSA/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

APDI dedica mês de maio à consciencialização para a Doença Inflamatória do Intestino (DII)

A APDI – Associação Portuguesa da Doença Inflamatória do Intestino, colite ulcerosa, doença de Crohn está a dedicar, mais uma vez, o mês de maio à consciencialização para a Doença Inflamatória do Intestino (DII) seguindo as indicações da EFFCA – Federação Europeia das  Associações de Doença de Crohn e Colite Ulcerosa que neste ano de 2024 escolheu como mote “A  DII não tem fronteiras”.

Nuno Jacinto: “A Medicina Geral e Familiar tem um papel central em todos os sistemas de saúde”

O presidente da Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar (APMGF) reforçou a importância da especialidade na promoção da saúde e prevenção da doença. No âmbito do Dia Mundial do Médico de Família, Nuno Jacinto falou ao HealthNews sobre os constragimentos que estes profissionais de saúde enfrentam e dos desafios que os cuidados de saúde primários enfrentam em Portugal.

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights