18/05/2020 | Covid 19, Nacional, Notícias

Empresa de Amarante desenvolveu dispensador de gel “mãos livres”

Uma empresa metalúrgica de Amarante desenvolveu um dispensador de álcool em gel para utilizar com recurso a um pedal, evitando tocar o objeto com as mãos, que vai ser exportado para vários países.

O diretor-geral da Metalúrgica do Fojo, Pedro Pinto, explicou hoje à Lusa que a produção já foi iniciada para corresponder a centenas de encomendas de Portugal e do estrangeiro, nomeadamente de França, Suíça e Espanha.

O equipamento, assinalou, foi integralmente desenvolvido na unidade fabril com sede em Fridão, naquele concelho do distrito do Porto.

“O produto surge na nossa linha de mobiliário urbano para dar uma resposta à necessidade de implementar, em empresas e instituições, um sistema de dispensar o gel de forma segura e eficaz”, acrescentou.

Cada dispensador, que adota a denominação inglesa ‘Free Hands Cleaning | Urbandash’, é produzido em aço e pode comportar um reservatório até um litro de gel desinfetante.

As primeiras versões vão ser oferecidas ao Hospital de São Gonçalo, às corporações de bombeiros do concelho e a instituições de solidariedade.

A Metalúrgica do Fojo começou como uma pequena serralharia, nos anos 70 do século passado, mas atualmente, com 53 funcionários, produz e exporta para projetos de grande envergadura, em vários países do mundo.

Recentemente, desenvolveu uma linha de mobiliário urbano, destacando-se as coberturas das caixas de gás vistas no centro histórico de Amarante, que são adornadas com reproduções de pinturas de Amadeo de Souza-Cardoso.

Portugal contabiliza 1.231 mortos associados à covid-19 em 29.209 casos confirmados de infeção, segundo o último boletim diário da Direção-Geral da Saúde (DGS) sobre a pandemia.

O país entrou no dia 03 de maio em situação de calamidade devido à pandemia, depois de três períodos consecutivos em estado de emergência desde 19 de março.

Esta nova fase de combate à covid-19 prevê o confinamento obrigatório para pessoas doentes e em vigilância ativa, o dever geral de recolhimento domiciliário e o uso obrigatório de máscaras ou viseiras em transportes públicos, serviços de atendimento ao público, escolas e estabelecimentos comerciais.

LUSA/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Share This