FDA concede designação “Terapia Inovadora” ao Mobocertinib (TAK-788) da Takeda

27 de Maio 2020

A designação de Terapia Inovadora é atribuída no sentido de acelerar o desenvolvimento e revisão regulamentar de novos medicamentos que se destinam a tratar doenças graves ou potencialmente fatais

A Takeda anunciou hoje que a Food and Drug Administration (FDA) dos EUA atribuiu a Designação de Terapia Inovadora ao medicamento experimental mobocertinib (TAK-788) para o tratamento de doentes com cancro do pulmão de não pequenas células (CPNPC) metastático com mutações de inserção no exão 20 do recetor do fator de crescimento epidérmico (EGFR), cuja doença progrediu durante ou após quimioterapia à base de platina.

Em nota à imprensa, a empresa aponta para que “atualmente, não existem terapias aprovadas para tratar esta forma específica de CPNPC. Mobocertinib é um inibidor altamente seletivo da tirosina cinase (TKI) que tem como alvo as mutações de inserção do exão 20 do EGFR e EGFR2 (HER2) humano”.

A mesma nota explica que “A designação de Terapia Inovadora é atribuída no sentido de acelerar o desenvolvimento e revisão regulamentar de novos medicamentos que se destinam a tratar doenças graves ou potencialmente fatais”.

“Estamos entusiasmados pelo facto de a FDA ter reconhecido o potencial terapêutico do mobocertinib nos doentes com CPNPC metastático com mutações de inserção no exão 20 do EGFR, que precisam de opções de tratamento eficazes”, afirmou Christopher Arendt, Head of Oncology Therapeutic Area Unit, citado no Comunicado.

“Na Takeda, estamos comprometidos com o desenvolvimento de novos medicamentos para doenças com baixas taxas de sobrevivência global. A designação de mobocertinib como Terapia Inovadora é mais um passo aliado ao nosso empenho em proporcionar melhores cuidados de saúde e um futuro melhor a estes doentes, numa área terapêutica cuja necessidade médica é muito elevada”, acrescenta

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

IPG acolhe polo do Centro de Envelhecimento Ativo

O Instituto Politécnico da Guarda (IPG) vai acolher um polo do Centro de Competências de Envelhecimento Ativo, que irá desenvolver atividades para criar melhores condições de vida aos idosos da região.

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights