Alemanha regista 601 novos casos e 11 mortes nas últimas 24 horas

21 de Junho 2020

A Alemanha registou, nas últimas 24 horas, um aumento de 601 casos de covid-19 e mais 11 mortes por infeção pelo novo coronavírus, informam as autoridades competentes, destacando que o número de contágios "continua a descer".

Segundo os dados hoje avançados pelo relatório do Instituto Robert Koch, a Alemanha totaliza agora 189.135 casos de covid-19, com as 601 novas infeções detetadas nas últimas 24 horas, e as mortes aumentaram para 8.883, num país que regista 174.700 recuperações.

O documento destaca que “o número de novas transmissões de covid-19 continua a decrescer, em comparação com semanas anteriores”.

“A incidência cumulativa, a nível nacional, nos últimos sete dias foi de 2,5 casos por 100.000 habitantes”, prossegue o relatório, sublinhando que 143 dos 401 distritos alemães não registam novos casos.

O mesmo documento salienta, no entanto, a persistência de surtos em hospitais e lares de idosos, bem como o surgimento de casos em instituições de apoio a refugiados, em fábricas e empresas de logística, entre trabalhadores em colheitas sazonais e relacionados com eventos religiosos ou encontros familiares.

A pandemia de covid-19 já provocou cerca de 460 mil mortos e infetou mais de 8,6 milhões de pessoas em 196 países e territórios, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 1.528 pessoas das 38.841 confirmadas como infetadas, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de dezembro, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Depois de a Europa ter sucedido à China como centro da pandemia em fevereiro, o continente americano é agora o que tem mais casos confirmados e mais mortes.

LUSA/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

Dois anos depois, acesso ao aborto divide Estados Unidos ao meio

A decisão do Supremo Tribunal dos Estados Unidos de revogar o direito federal ao aborto, tomada há dois anos, dividiu profundamente o país no que diz respeito ao acesso a cuidados de saúde. Atualmente, em 21 estados norte-americanos, o procedimento é ilegal ou restrito.

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights