Costa diz que reabertura da fronteira com Espanha é reencontro de irmãos

1 de Julho 2020

O primeiro-ministro, António Costa, considerou esta quarta-feira que a reabertura da fronteira entre Portugal e Espanha é um reencontro entre vizinhos "irmãos e amigos" que terão mais peso se estiverem lado a lado na União Europeia.

António Costa transmitiu estas mensagens na sua conta pessoal na rede social Twitter, antes de participar em cerimónias oficiais em Badajoz e em Elvas para assinalar a reabertura da fronteira com Espanha, juntamente com o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, com o rei Felipe VI e com o chefe do Governo espanhol, Pedro Sánchez.

“Hoje assinalamos ao mais alto nível a normalização do trânsito terrestre da fronteira entre Portugal e Espanha. É um reencontro entre vizinhos que são irmãos e amigos. Desta fronteira aberta depende a nossa prosperidade partilhada e um destino comum no projeto europeu”, escreveu o primeiro-ministro.

Na perspetiva de António Costa, “é essencial para ambos os países que os contactos voltem gradualmente a adquirir a dimensão e a dinâmica anteriores à eclosão da pandemia” de Covid-19. “Penso em especial nas populações raianas que, quotidianamente, atravessam a fronteira”, acrescentou.

“A pandemia ofereceu-nos a visão de um passado ao qual não queremos voltar: um continente de fronteiras encerradas. A liberdade de circulação consolidou-se no espírito dos cidadãos europeus como um dos princípios fundamentais da ideia de Europa”, sustentou, em seguida.

De acordo com o primeiro-ministro, na União Europeia, “Espanha e Portugal devem ser atores de primeira linha na construção de uma Europa cujo modelo económico e social reforce a convergência e que, mais do que esperanças, dê certezas a todos”.

“Teremos mais peso se travarmos esse combate lado a lado, Portugal e Espanha”, defendeu.

As fronteiras terrestres entre Portugal e Espanha estavam fechadas desde 16 de março.

LUSA/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

Relatório de saúde STADA 2024: sistemas de saúde na Europa precisam de reformas urgentes

Os sistemas de saúde europeus estão em crise e necessitam de uma reforma urgente, revela o Relatório de Saúde da STADA 2024. Este inquérito representativo, que envolveu cerca de 46.000 entrevistados em 23 países europeus, destaca que os sistemas de saúde não conseguem atender adequadamente às necessidades de muitos europeus, levando-os a assumir a responsabilidade pela sua própria saúde.

A Associação Nacional dos Técnicos de Emergência Médica (ANTEM) denuncia em comunicado a “peocupante” situação do Centro de Orientação de Doentes Urgentes (CODU) do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), relatando sérios constrangimentos no atendimento dos pedidos de ajuda pelo CODU

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights