Variante delta obriga Austrália a avançar com novos confinamentos

29 de Junho 2021

As autoridades australianas anunciaram esta terça-feira o confinamento por três dias de quatro áreas do estado de Queensland para travar o ressurgimento da Covid-19 ligada à variante delta.

A chefe do governo de Queensland (nordeste), Annastacia Palaszczuk, anunciou que o confinamento até sexta-feira vai aplicar-se na área de South East Queensland, que inclui a cidade de Brisbane, bem como as estâncias turísticas de Gold Coast e Sunshine Coast.

A medida, que afeta cerca de 3,9 milhões de pessoas, abrange também a cidade de Townsville, bem como Palm Island e Magnetic Island, de acordo com Palaszczuk.

As autoridades permanecem em alerta desde que um surto foi detetado em meados do mês em Sydney, a cidade mais populosa do país e que está confinada até 09 de julho.

O ressurgimento do Covid-19 obrigou as autoridades a ordenarem na segunda-feira à noite o confinamento de cerca de 2,1 milhões de pessoas na cidade de Perth e na comunidade circundante de Peel.

A Norte também se também prolongou até sexta-feira o confinamento da cidade de Darwin e de duas comunidades circundantes, devido a um aumento de casos de Covid-19 ligados a uma mina de ouro no centro do país.

Em conjunto, estes confinamentos localizados afetam cerca de 12,7 milhões das mais de 25 milhões de australianos.

Desde o início da pandemia, a Austrália registou mais de 30.500 infetados, 910 mortos, vacinou mais de 7,3 milhões de pessoas com uma dose e 1,2 milhões com duas.

A pandemia de Covid-19 provocou pelo menos 3.925.816 de vítimas em todo o mundo, resultantes de 181.026.547 casos de infeção diagnosticados oficialmente, segundo o balanço feito pela agência de notícias France-Presse (AFP).

Em Portugal, morreram 17.084 pessoas e foram confirmados 874.547 casos de infeção, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença respiratória é provocada pelo novo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

LUSA/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

ULS de Braga celebra protocolo com Fundação Infantil Ronald McDonald

A ULS de Braga e a Fundação Infantil Ronald McDonald assinaram ontem um protocolo de colaboração com o objetivo dar início à oferta de Kits de Acolhimento Hospitalar da Fundação Infantil Ronald McDonald aos pais e acompanhantes de crianças internadas nos serviços do Hospital de Braga.

DE-SNS mantém silêncio perante ultimato da ministra

Após o Jornal Expresso ter noticiado que Ana Paula Martins deu 60 dias à Direção Executiva do SNS (DE-SNS) para entregar um relatório sobre as mudanças em curso, o HealthNews esclareceu junto do Ministério da Saúde algumas dúvidas sobre o despacho emitido esta semana. A Direção Executiva, para já, não faz comentários.

FNAM lança aviso a tutela: “Não queremos jogos de bastidores nem negociatas obscuras”

A Federação Nacional dos Médicos (FNAM) disse esta sexta-feira esperar que, na próxima reunião com o Ministério da Saúde, “haja abertura para celebrar um protocolo negocial”. Em declarações ao HealthNews, Joana Bordalo e Sá deixou um alerta à ministra: ” Não queremos jogos de bastidores na mesa negocial. Não queremos negociatas obscuras.”

SNE saúda pedido de relatório sobre mudanças implementadas na Saúde

O Sindicato Nacional dos Enfermeiros (SNE) afirmou, esta sexta-feira, que vê com “bons olhos” o despacho, emitido pela ministra da Saúde, que solicita à Direção-Executiva do Serviço Nacional de Saúde (DE-SNS) um relatório do estado atual das mudanças implementadas desde o início de atividade da entidade.

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights