Dinamarca suspende campanha de vacinação em massa

26 de Abril 2022

A Dinamarca vai suspender temporariamente a sua campanha de vacinação em massa contra a Covid-19, após ter levantado em 01 de fevereiro todas as restrições relacionadas com o novo coronavírus, anunciaram esta terça-feira as autoridades de saúde.

“Nós estamos numa boa posição. A primavera chegou e temos um bom controlo da epidemia, que parece estar a diminuir”, explicou, num comunicado, Bolette Søborg, uma das responsáveis da Agência de Saúde Dinamarquesa (SST).

“É por isso que estamos a suspender o programa de vacinação em massa contra a covid-19”.

Esta decisão foi justificada pela alta cobertura vacinal (quase 81% dos 5,8 milhões de dinamarqueses receberam duas doses e 61,6% três doses da vacina) juntamente com indicadores animadores, nomeadamente as taxas de internamento estáveis, e a queda no número de novas infeções.

A campanha deve ser retomada posteriormente, mas permanecem disponíveis vacinas para quem ainda não foi imunizado.

“Nós prevemos reabrir o programa de vacinação neste outono”, esclareceu Søborg.

Afetada pela onda da variante Ómicron do novo coronavírus em novembro, a Dinamarca intensificou a sua campanha de imunização e acelerou o acesso à dose de reforço da vacina aos cidadãos – acima dos cinco anos – antes de oferecer, em meados de janeiro, uma quarta dose aos mais vulneráveis.

A Covid-19 causou mais de seis milhões de mortos em todo o mundo desde que a doença foi detetada, no final de 2019, em Wuhan, no centro da China.

A variante Ómicron, que se dissemina e sofre mutações rapidamente, tornou-se dominante no mundo desde que foi detetada pela primeira vez, em novembro, na África do Sul.

LUSA/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

APDI dedica mês de maio à consciencialização para a Doença Inflamatória do Intestino (DII)

A APDI – Associação Portuguesa da Doença Inflamatória do Intestino, colite ulcerosa, doença de Crohn está a dedicar, mais uma vez, o mês de maio à consciencialização para a Doença Inflamatória do Intestino (DII) seguindo as indicações da EFFCA – Federação Europeia das  Associações de Doença de Crohn e Colite Ulcerosa que neste ano de 2024 escolheu como mote “A  DII não tem fronteiras”.

Nuno Jacinto: “A Medicina Geral e Familiar tem um papel central em todos os sistemas de saúde”

O presidente da Associação Portuguesa de Medicina Geral e Familiar (APMGF) reforçou a importância da especialidade na promoção da saúde e prevenção da doença. No âmbito do Dia Mundial do Médico de Família, Nuno Jacinto falou ao HealthNews sobre os constragimentos que estes profissionais de saúde enfrentam e dos desafios que os cuidados de saúde primários enfrentam em Portugal.

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights