Covid-19: Média desce para os 26.349 casos diários e Rt baixa para o limiar de 1

1 de Junho 2022

A média de infeções diminuiu para os 26.349 casos diários em Portugal, com o índice de transmissibilidade (Rt) do coronavírus SARS-CoV-2 a baixar para o limiar de 1,00, indica hoje o Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA).

“O valor médio do Rt para os dias de 23 a 27 de maio foi de 1,00” a nível nacional, uma redução face aos 1,13 registados entre 16 e 20 do mesmo mês, avança o relatório semanal do INSA sobre a evolução da pandemia de Covid-19 no país.

No continente, este indicador, que estima o número de casos secundários de infeção resultantes de cada pessoa portadora do vírus, baixou também dos 1,13 para os 0,99.

De acordo com os dados hoje divulgados, o número médio de casos diários de infeção a cinco dias passou dos 29.101 para os 26.349 em Portugal, sendo ligeiramente mais baixo no continente (24.971).

O Norte, com um Rt de 0,96, o Centro (0,94) e o Alentejo (0,97) são as únicas três regiões que registam um Rt inferior ao limiar de 1,00, o que significa que apresentam agora uma tendência decrescente de infeções pelo coronavírus que provoca a doença Covid-19.

De acordo com o INSA, Lisboa e Vale do Tejo apresenta um Rt de 1,06, o Algarve de 1,00, os Açores de 1,16 e a Madeira de 1,22, sendo esta última região a única em que este indicador subiu nos últimos cinco dias.

“Todas as regiões apresentam a taxa de incidência superior a 960 casos por 100.000 habitantes em 14 dia”, sendo a mais elevada nos Açores (4.631,7), seguindo-se o Norte (3.764,3) e Lisboa e Vale do Tejo (3.532,7), refere o relatório do INSA.

LUSA/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

José Albino é novamente presidente da Respira

Os associados da Respira – Associação Portuguesa de Pessoas com DPOC e outras Doenças Respiratórias Crónicas elegeram, no passado dia 6 de junho, a nova direção para o quadriénio 2024-2027. José Albino e Paula Duarte iniciam agora o mandato na qualidade de presidente e vice-presidente, respetivamente.

Dermatite atópica: Novos dados sobre upadacitinib

A AbbVie anuncia os resultados do LEVEL UP, um estudo de Fase 3b/4, aberto (mas com ocultação para o avaliador) e comparativo que avaliou a eficácia e a segurança de upadacitinib (com dose inicial de 15 mg uma vez por dia e ajuste da dose com base na resposta clínica) comparativamente a dupilumab (na dose aprovada) em adultos e adolescentes (com idade ≥ 12 anos) com dermatite atópica (DA) moderada a grave que tiveram uma resposta inadequada à terapêutica sistémica ou quando a utilização desse tipo de terapêuticas era desaconselhada.

Guilherme Veríssimo: “A saúde começa pela boca”

A evidência científica comprova que a má saúde oral está diretamente relacionada com 23 doenças sistémicas, entre elas a diabetes e as doenças cardiovasculares, e cinco tipos de cancro. Esta realidade pode surpreender a maior parte da população, mas não os dentistas. Em entrevista ao nosso jornal, o Médico Dentista, Guilherme Veríssimo, frisa que a “saúde oral não se resume a uma questão estética”, deixando alguns alertas para a importância da correta higienização dos dentes. O médico dentista aproveitou ainda para desmistificar alguns dos principais mitos associados à doença peridontal.

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights