Concorrência notificada sobre construção do novo Hospital de Lisboa Oriental

 A Mota-Engil, através do consórcio liderado pela Hygeia – Edifícios Hospitalares, notificou a Autoridade da Concorrência (AdC) da adjudicação para a concessão do Hospital de Lisboa Oriental, segundo aviso publicado pelo regulador.

A notificação ao regulador da concorrência surge na sequência de um concurso público lançado pelo Estado do qual resultou a adjudicação da concessão ao consórcio liderado pela Hygeia, uma sociedade gestora de participações sociais controlada indiretamente pela Mota-Engil.

A adjudicação foi concedida num regime de Parceria Público-Privada (PPP) e inclui a conceção, o projeto, a construção, o financiamento, a conservação, a manutenção e a exploração do Hospital de Lisboa Oriental, além da exploração dos parques de estacionamento que integram o complexo.

O Ministério da Saúde anunciou em meados de julho que adjudicou a obra do novo Hospital de Lisboa Oriental (HLO), que será construído em Marvila, à proposta apresentada pelas empresas Hygeia – Edifícios Hospitalares, InfraRed Infrastructure V Investments Limited, Mota-Engil, Engenharia e Construção, Mota-Engil Europa e Manvia – Manutenção e Exploração de Instalações de Construção.

Segundo o comunicado do ministério, a nova unidade hospitalar vai contar com 875 camas, e pretende garantir a maior parte da atividade desempenhada pelo Centro Hospitalar Universitário de Lisboa Central (CHULC), que agrega Hospital São José, Hospital de Santa Marta, Hospital de Santo António dos Capuchos, Hospital D. Estefânia, Maternidade Dr. Alfredo da Costa e Hospital Curry Cabral.

LUSA/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado.

Share This