INEM alvo de ataque informático que não afetou atividade médica pré-hospitalar

16 de Dezembro 2022

O Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM) anunciou que foi esta quinta-feira alvo de um ataque informático, esclarecendo que este não teve impacto nos sistemas críticos nem afetou a atividade médica pré-hospitalar.

O INEM adiantou, em comunicado, que “até à data, não existe evidência (prova) de que os dados tenham sido comprometidos”, referindo que foram “prontamente ativados os protocolos de segurança previstos” para situações desta natureza e “implementadas as medidas de resposta necessárias”.

No decurso da ativação destes procedimentos, o INEM notificou de imediato o Centro Nacional de Cibersegurança (CNCS) e a Polícia Judiciária, acrescenta a nota.

O INEM assegura que continuará a supervisionar as suas redes informáticas em permanente contacto com as entidades competentes, com as quais trabalha em estreita e permanente articulação.

Este ataque ao sistema informático do INEM sucede-se a outros que afetaram vários organismos do Estado nos últimos meses.

O INEM é o organismo do Ministério da Saúde responsável por coordenar o funcionamento, no território de Portugal Continental, de um Sistema Integrado de Emergência Médica, de forma a garantir aos sinistrados ou vítimas de doença súbita a pronta e correta prestação de cuidados de saúde.

LUSA/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

Trabalhadores do Hospital de Braga não querem regressar à Parceria Público-Privada

Os trabalhadores do Hospital de Braga não querem regressar à Parceria Público-Privada (PPP), garante Camilo Ferreira, coordenador da Comissão de Trabalhadores, que recordou, em conversa com o HealthNews, a exaustão dos profissionais naquele modelo de gestão e, como Entidade Pública Empresarial (EPE), a melhoria das condições de trabalho e do desempenho.

Menopausa: Uma doença ou um processo natural de envelhecimento?

A menopausa foi o “elefante na sala” que a Médis trouxe hoje ao Tejo Edifício Ageas Tejo. O tema foi abordado numa conversa informal que juntou diversos especialistas. No debate, os participantes frisaram que a menopausa não é uma doença, mas sim um “ciclo de vida”. 

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights