Ricardo Mexia: “Espero que também aqui se possa encontrar algumas pontes que ajudem a resolver problemas”

30 de Setembro 2023

Ricardo Mexia deseja que o Global Health Forum, que termina hoje, seja a “primeira de outras iniciativas deste género que possam trazer à saúde aqueles resultados que, infelizmente, neste momento parece que tardam em surgir”.

“Foi um enorme sucesso reunir tanta gente da saúde das diversas áreas, públicas, privadas. E portanto, o facto de ser uma iniciativa da sociedade civil tem também aqui um enorme valor. Acredito que isto pode ser mais um passo para que as pessoas se possam sentar, discutir os problemas, encontrar as soluções e, depois, o passo seguinte que é, de facto, implementá-las”, expressou Ricardo Mexia, médico de Saúde Pública.

O epidemiologista espera que esta seja a “primeira de outras iniciativas deste género que possam trazer à saúde aqueles resultados que, infelizmente, neste momento parece que tardam em surgir”. “Há uma situação de enorme instabilidade, como é sabido, no Serviço Nacional de Saúde em particular. Não podemos deixar de estar preocupados, e eu espero que rapidamente consigamos ultrapassar isto”, explicou.

“Espero que também aqui se possa encontrar algumas pontes que ajudem a resolver esses problemas”, rematou.

O Centro de Congressos do Estoril recebeu 200 oradores durante o Global Health Forum, nos dias 29 e 30 de setembro. O evento teve oito sessões plenárias, 28 sessões paralelas e 2000 inscritos.

HN/RA

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

ULS de Braga celebra protocolo com Fundação Infantil Ronald McDonald

A ULS de Braga e a Fundação Infantil Ronald McDonald assinaram ontem um protocolo de colaboração com o objetivo dar início à oferta de Kits de Acolhimento Hospitalar da Fundação Infantil Ronald McDonald aos pais e acompanhantes de crianças internadas nos serviços do Hospital de Braga.

DE-SNS mantém silêncio perante ultimato da ministra

Após o Jornal Expresso ter noticiado que Ana Paula Martins deu 60 dias à Direção Executiva do SNS (DE-SNS) para entregar um relatório sobre as mudanças em curso, o HealthNews esclareceu junto do Ministério da Saúde algumas dúvidas sobre o despacho emitido esta semana. A Direção Executiva, para já, não faz comentários.

FNAM lança aviso a tutela: “Não queremos jogos de bastidores nem negociatas obscuras”

A Federação Nacional dos Médicos (FNAM) disse esta sexta-feira esperar que, na próxima reunião com o Ministério da Saúde, “haja abertura para celebrar um protocolo negocial”. Em declarações ao HealthNews, Joana Bordalo e Sá deixou um alerta à ministra: ” Não queremos jogos de bastidores na mesa negocial. Não queremos negociatas obscuras.”

SNE saúda pedido de relatório sobre mudanças implementadas na Saúde

O Sindicato Nacional dos Enfermeiros (SNE) afirmou, esta sexta-feira, que vê com “bons olhos” o despacho, emitido pela ministra da Saúde, que solicita à Direção-Executiva do Serviço Nacional de Saúde (DE-SNS) um relatório do estado atual das mudanças implementadas desde o início de atividade da entidade.

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights