Urgência em cirurgia e ortopedia de Viseu encerrada em novembro durante a noite

31 de Outubro 2023

A urgência em cirurgia e ortopedia do Centro Hospitalar Tondela-Viseu (CHTV) estará encerrada à noite durante o mês de novembro e a via verde coronária estará inativa por 12 dias, avisou a administração daquela unidade, que ativou o plano de contingência.

O conselho de administração admitiu que, “no atual contexto de indisponibilidade” dos médicos, o CHTV assumiu a “responsabilidade de estabelecer um plano estratégico de minimizações dos danos na população”.

Assim, decidiu concentrar “os recursos existentes para o máximo de eficiência assistencial, ativando a resposta em rede do SNS de forma racional, promovendo as transferências para o hospital de referência dos doentes de tratamento urgente”.

Nessa medida, a partir do dia 01 de novembro, quarta-feira, o Serviço de Urgência Polivalente do CHTV “irá ativar o Plano de Contingência, por manifesta incapacidade de assegurar, durante as 24 horas, a escala nas especialidades de Cirurgia Geral e Ortopedia e a Via Verde Coronária”.

A ativação do plano de contingência implica “o encerramento da urgência das especialidades de Cirurgia Geral e Ortopedia no período noturno, das 19:00 às 08:30, durante todo o mês de novembro”.

As equipas “médicas de Cirurgia Geral e Ortopedia estão completas no período diurno, contando com os elementos regulamentarmente estabelecidos para poderem fazer atendimento no Serviço de Urgência e atividade cirúrgica no Bloco Operatório”.

“No período noturno, das 19:00 às 08:30, o CODU [Centro de Orientação de Doentes Urgentes] deverá orientar todas as situações de trauma para o hospital de referência – Via Verde de Trauma do CHUC [Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra].

Para estes casos, fica “a cargo da VMER – Viseu [Viatura Médica de Emergência e Reanimação de Viseu] o eventual acompanhamento pré-hospitalar das situações de maior gravidade”.

“No período noturno, das 19:00 às 08:30, na Urgência Geral, e após observação, os doentes com necessidade de intervenção cirúrgica pelas especialidades de Cirurgia Geral ou Ortopedia serão transferidos para o Serviço de Urgência do CHUC”, apontou.

Já a “Via Verde Coronária vai estar inativa durante doze dias do mês de novembro, o que acontecerá pela primeira vez no próximo sábado, dia 04, sendo responsabilidade do CODU orientar os síndromes coronários agudos para o hospital de referência – Via Verde Coronária do CHUC”.

“Os profissionais médicos do CHTV garantem que todas as situações de emergência médica com risco de vida serão sempre abordadas em equipa multiprofissional com a participação das diversas especialidades, no estrito respeito dos referenciais ético-deontológicos e cumprindo o dever de auxílio”, escreveu ainda a administração.

Ainda assim, “serão de esperar constrangimentos decorrentes da necessidade de algumas transferências inter-hospitalares e o aumento generalizado dos tempos de espera no período noturno”.

O conselho de administração do CHTV, presidido por Nuno Duarte, apelou “à população para evitar o recurso indevido ao Serviço de Urgência, em especial no período noturno, e que recorra sempre ao número 112 para situações urgentes e ao número SNS 24 (808242424) para situações não urgentes, acolhendo as indicações de encaminhamento que lhe forem fornecidas”.

LUSA/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

Doenças evitáveis por vacinação estão a aumentar na Europa

As doenças evitáveis por vacinação estão a aumentar nos países da União Europeia (UE) e do Espaço Económico Europeu (EEE), alertou esta segunda-feira o Centro Europeu de Prevenção e Controlo das Doenças (ECDC) no âmbito da Semana Europeia da Vacinação.

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights