PSP detém 135 condutores alcoolizados ou sem carta entre 6ª feira e dia de Natal

26 de Dezembro 2023

A PSP deteve, entre sexta-feira e dia de Natal, 135 condutores alcoolizados ou sem habilitação legal para conduzir, no âmbito da operação "Festas seguras", que contabilizou no mesmo período oito feridos graves em 528 acidentes.

Segundo o balanço da operação hoje divulgado pela Direção-Nacional da PSP para o período de 22 a 25 de dezembro, no total, os 528 acidentes provocaram 163 feridos – oito graves e 155 ligeiros. Não houve vítimas mortais.

A nota hoje diovulgada revela ainda que foram igualmente detidas 31 pessoas por crimes contra a propriedade (furtos e roubos) e 10 por tráfico de droga, tendo sido apreendidas mais de 7.700 doses individuais.

Relativamente à fiscalização rodoviária, entre 22 e 25 de dezembro, em todo o território nacional, foram fiscalizadas 5.290 viaturas, tendo resultado 1.800 autos de notícia por contraordenação.

A PSP apela a uma condução em segurança, adaptada às condições atmosféricas e ao estado do piso. Pede ainda aos condutores que moderem a velocidade, especialmente em zonas de grande concentração de pessoas, e que evitem manobras bruscas, sinalizando com a devida antecedência todas as mudanças de direção, assim como a utilização do telemóvel durante a condução.

Relembra que a condução em excesso de velocidade e sob o efeito do álcool são “das principais causas da sinistralidade”.

A operação “Festas Seguras” 2023/2024 da PSP termina em 02 de janeiro.

LUSA/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

Menopausa: Uma doença ou um processo natural de envelhecimento?

A menopausa foi o “elefante na sala” que a Médis trouxe hoje ao Tejo Edifício Ageas Tejo. O tema foi abordado numa conversa informal que juntou diversos especialistas. No debate, os participantes frisaram que a menopausa não é uma doença, mas sim um “ciclo de vida”. 

IPO do Porto vai criar Conselho Consultivo do Doente

O Instituto Português de Oncologia (IPO) do Porto vai criar “ainda este ano” o Conselho Consultivo do Doente Oncológico, para dar voz aos utentes e contribuir para a literacia em saúde em Portugal, foi hoje anunciado.

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights