Estudo revela que Saúde Oral é a segunda especialidade médica mais consultada pelos portugueses

19 de Março 2024

Segundo um estudo recente, realizado pela Marktest para a Medicare, a Saúde Oral é a segunda especialidade mais consultada em Portugal, com 42,3% dos inquiridos a revelarem terem tido uma consulta nesta área no último ano. Celebra-se amanhã o Dia Mundial da Saúde Oral, uma iniciativa da World Dental Federation.

Setenta e sete por cento da população portuguesa realiza visitas médicas de forma regular, com 26,2% a optar por consultas anuais e 31,2% a frequentar consultas semestrais; 94% dos portugueses tiveram pelo menos uma consulta de especialidade no último ano; e a saúde oral foi a segunda especialidade médica mais procurada, com 42,3% dos inquiridos a revelarem terem tido uma consulta nesta área no último ano.

Estas são algumas das principais conclusões do estudo ‘Estado de Saúde geral da população portuguesa”. De acordo com o comunicado enviado ao HealthNews, as conclusões também revelam que, entre os utilizadores exclusivos do Serviço Nacional de Saúde, a consulta de especialidades como a Saúde Oral ou Ginecologia é bastante inferior à média global, com 31% e 9,8%, respetivamente. Medicina Geral e Familiar, Oftalmologia e Ginecologia encontram-se igualmente entre as especialidades mais consultadas.

Este estudo tem por base uma amostra de 801 inquiridos. A recolha da informação foi conduzida através de entrevistas online, junto de uma amostra representativa e proporcional ao universo em estudo – portugueses entre os 18 e os 64 anos residentes em Portugal continental.

Segundo a Ordem dos Enfermeiros, a saúde oral desempenha um papel vital no bem-estar geral, sendo que, atualmente, as doenças orais são altamente prevalentes a nível global, podendo afetar até 90% da população mundial, desde cáries dentárias até cancro oral, especialmente entre jovens, o que representa um significativo impacto socioeconómico. A saúde oral constitui um fator crucial para o bem-estar das pessoas, não apenas esteticamente, mas também para funções vitais do quotidiano, como mastigação e prevenção de doenças.

No `Blog Mais Saúde´ destaca-se a importância de hábitos de higiene oral, alimentação saudável e visitas regulares ao dentista. São recomendadas práticas essenciais como: evitar fumar, beber refrigerantes ou alimentos com excesso de açúcar; fazer uma escovagem suave; não palitar os dentes; escolher uma escova e pasta dentífrica adequadas; usar fio dental; escovar a língua e bochechar com elixir (que, atenção, nunca substitui a escovagem).

PR/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

José Albino é novamente presidente da Respira

Os associados da Respira – Associação Portuguesa de Pessoas com DPOC e outras Doenças Respiratórias Crónicas elegeram, no passado dia 6 de junho, a nova direção para o quadriénio 2024-2027. José Albino e Paula Duarte iniciam agora o mandato na qualidade de presidente e vice-presidente, respetivamente.

Dermatite atópica: Novos dados sobre upadacitinib

A AbbVie anuncia os resultados do LEVEL UP, um estudo de Fase 3b/4, aberto (mas com ocultação para o avaliador) e comparativo que avaliou a eficácia e a segurança de upadacitinib (com dose inicial de 15 mg uma vez por dia e ajuste da dose com base na resposta clínica) comparativamente a dupilumab (na dose aprovada) em adultos e adolescentes (com idade ≥ 12 anos) com dermatite atópica (DA) moderada a grave que tiveram uma resposta inadequada à terapêutica sistémica ou quando a utilização desse tipo de terapêuticas era desaconselhada.

Guilherme Veríssimo: “A saúde começa pela boca”

A evidência científica comprova que a má saúde oral está diretamente relacionada com 23 doenças sistémicas, entre elas a diabetes e as doenças cardiovasculares, e cinco tipos de cancro. Esta realidade pode surpreender a maior parte da população, mas não os dentistas. Em entrevista ao nosso jornal, o Médico Dentista, Guilherme Veríssimo, frisa que a “saúde oral não se resume a uma questão estética”, deixando alguns alertas para a importância da correta higienização dos dentes. O médico dentista aproveitou ainda para desmistificar alguns dos principais mitos associados à doença peridontal.

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights