SNE saúda pedido de relatório sobre mudanças implementadas na Saúde

19 de Abril 2024

O Sindicato Nacional dos Enfermeiros (SNE) afirmou, esta sexta-feira, que vê com "bons olhos" o despacho, emitido pela ministra da Saúde, que solicita à Direção-Executiva do Serviço Nacional de Saúde (DE-SNS) um relatório do estado atual das mudanças implementadas desde o início de atividade da entidade.

Em declarações ao HealthNews, o presidente do Sindicato Nacional dos Enfermeiros, Emanuel Boieiro, afirmou que a entidade sindical vê com “muito bons olhos” o pedido feito pela nova ministra da Saúde, Ana Paula Martins, à DE-SNS.

De acordo com o Expresso, a Ministra da Saúde, Ana Paula Martins, emitiu um despacho a solicitar à Direção-Executiva um relatório detalhado sobre as mudanças implementadas desde o início do mandato de Fernando Araújo. O objetivo é obter informações sobre as recentes alterações levadas a cabo pela DE-SNS e compreender melhor o modelo de Unidade Local de Saúde.

Questionado sobre o assunto, Emanuel Boieiro garantiu: “Vemos isto como uma medida excelente e prova da dinâmica que a senhora ministra quer incutir no Ministério da Saúde”.

O responsável aproveitou para defender a colaboração entre as diferentes classes profissionais pela luta de um sistema de saúde mais eficaz e sustentável. De acordo com o presidente do SNE, “o ensino superior da enfermagem nem sempre é considerado nas matérias que dizem respeito à organização e gestão dos serviços de saúde.”

“No caso da alargamento das ULS e dos CRI, que eu saiba, não foi pedido nenhum parecer a nenhuma das entidades que faz formação em enfermagem. Não me parece ser muito lógico. Quando se introduz uma alteração a nível dos cuidados de saúde primários e dos hospitais, consulta-se sempre a Escola Nacional de Saúde Pública e as Faculdades de Medicina… enquanto a área da enfermagem fica sempre de fora”, acusou.

Sobre o anúncio feito de reunião entre ministério e sindicatos, Boieiro saudou a abertura demonstrada por Ana Paula Martins. “Depois de termos recebido uma convocatória para reunir com a senhora ministra no dia 26 de abril, o nosso nível de confiança aumentou. Na convocatória está expressamente referida a vontade do ministério da Saúde em negociar com os enfermeiros.”

No que toca aos temas que o SNE pretende ver discutidos, o dirigente do sindicato disse: “Os temas que gostaríamos de ver discutidos são a revisão da tabela salarial dos enfermeiros, que está completamente obsoleta e não é atualizada há vários anos, e a assinatura de um acordo coletivo global que se aplique aos enfermeiros à semelhança do que foi feito com outras carreiras especiais da área da saúde, como foi o caso dos médicos.”

“Os médicos não foram esquecidos. Tiveram o triplo do aumento dos restantes trabalhadores da administração pública, enquanto os enfermeiros temos sido esquecidos pelos sucessivos governos. É por isso que o nosso sindicato tem muito claro o valor dos enfermeiros, da sua competência e dos contributos para o sistema de saúde. É preciso que se perceba que somos um recurso altamente qualificado que pode e deve ser aproveitado no seu potencial máximo. A formação dos enfermeiros tem melhorado significativamente, mas infelizmente a estrutura das carreiras e da remuneração não acompanhou esse nível de diferenciação. Portanto, tudo isto tem de ser discutido. A questão do internato em enfermagem já devia ter avançado há vários anos. O Governo anterior iniciou esse processo, mas não o concretizou e, por isso, gostaríamos de ver esta questão concretizada com o novo Executivo”, reforçou.

Na reunião agendada para dia 26 de abril, o SNE quer ainda ver discutidas matérias ligadas à idade da reforma; ao desgaste e risco da profissão de enfermagem.

HN/VC

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

Esclerose Múltipla

Cristiana Lopes Martins, fisiatra nos hospitais de Portimão e Lagos (Unidade Local de Saúde do Algarve) e na Unidade Local de Saúde do Litoral Alentejano; Eduarda Afonso, fisiatra no hospital de Faro (Unidade Local de Saúde do Algarve)

Enfermeiros querem reunir com António Gandra d’Almeida

O Sindicato Nacional dos Enfermeiros (SNE) saudou esta quarta-feira a eleição de António Gandra d’Almeida como novo diretor executivo do Serviço Nacional de Saúde. Em declarações ao nosso jornal, o responsável afirmou que vai solicitar uma reunião com António Gandra d’Almeida e a nova equipa.

Fernando Araújo: Autorizações para contratar médicos “têm demorado menos que três dias úteis”

Na comissão parlamentar de Saúde, esta quarta-feira, Fernando Araújo apresentou os feitos da reforma do Serviço Nacional de Saúde e da equipa que liderou enquanto diretor executivo. A reforma “tem conseguido alterar esta burocracia, estes patamares administrativos, estes tempos que eram incomportáveis na gestão do SNS”, tendo decorrido com o envolvimento dos profissionais: “de baixo para cima”.

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights