Paludismo
Paludismo regride na Guiné-Bissau, mas é preciso vigilância

Paludismo regride na Guiné-Bissau, mas é preciso vigilância

O paludismo está a regredir na Guiné-Bissau, mas o Ministério da Saúde exorta a população a ser vigilante perante uma doença endémica no país, disse à Lusa Januário Biaguê, Coordenador do Programa Nacional de combate à doença.

Paludismo pode voltar nas pandemias e tem impacto devastador – OMS

Lisboa, 22 abr 2020 (Lusa) – A Organização Mundial da Saúde para África alertou hoje para a capacidade que o paludismo tem de reaparecer em tempos de crise, como a pandemia de covid-19, apelando a um esforço contra uma doença que mata anualmente 400.000 pessoas.

ÚLTIMAS

MAIS LIDAS

OPINIÃO

Verified by MonsterInsights