Reino Unido antecipa número elevado de mortes mesmo depois do pico

22 de Abril 2020

Londres, 22 abr 2020 (Lusa) - O Reino Unido vai continuar a registar um grande número de mortes por covid-19 após ultrapassar o pico da pandemia, que já é visível na região de Londres, avisou hoje o diretor geral da Saúde de Inglaterra, Chris Witty. 

Londres, 22 abr 2020 (Lusa) – O Reino Unido vai continuar a registar um grande número de mortes por covid-19 após ultrapassar o pico da pandemia, que já é visível na região de Londres, avisou hoje o diretor geral da Saúde de Inglaterra, Chris Witty.

Apresentando um gráfico com a média do número de mortes semanal noutros países desde o início da pandemia, apontou para o facto de a curva descer muito lentamente após o pico em países como França, Itália ou Espanha.

“Mesmo naqueles países que começaram a curva epidemiológica antes e que ainda estão à frente, a descida depois do ponto de viragem é relativamente lenta e devemos antecipar a mesma situação no Reino Unido, não devemos esperar um queda súbita”, alertou.

Whitty falava na conferência de imprensa diária do Governo sobre a crise, horas depois de o ministro da Saúde, Matt Hancock, ter dito no parlamento que o Reino Unido está no “pico” da pandemia covid-19 e que ainda é cedo para aliviar as medidas de distanciamento social.

De acordo com os dados apresentados por Whitty, o numero de casos de contágio está “estável, com tendência para descer” e o número de pessoas hospitalizadas indica que a situação está a melhorar em Londres e está estável no resto do país.

“A curva bastante acentuada que se verificou até ao início deste mês achatou na última semana e meia”, afirmou, a propósito do número de mortos.

O ministério da Saúde britânico anunciou hoje que, até às 17:00 de terça-feira, tinham morrido nos hospitais britânicos 18.100 pessoas infetadas com o novo coronavírus, mais 763 óbitos do que no dia anterior.

O número de pessoas contagiadas no Reino Unido já ultrapassa as 133 mil.

A nível global, segundo um balanço da AFP, a pandemia de covid-19 já provocou cerca de 179 mil mortos e infetou mais de 2,5 milhões de pessoas em 193 países e territórios.

Mais de 583 mil doentes foram considerados curados.

Lusa/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

AlmadaCare promove cursos para preparar futuros papás

A Clínica AlmadaCare, recentemente inaugurada, está comprometida em apoiar os futuros pais na preparação para a chegada dos seus filhos. É com este objetivo que a clínica promove o workshop “GPS Amamentação”, no dia 19 de abril, e o curso “T.I.M.E. para Nascer”, nos dias 21 e 27 de abril.

Ministra da Saúde solicita relatório sobre mudanças implementadas na área da Saúde

De acordo com o Expresso, a Ministra da Saúde, Ana Paula Martins, emitiu um despacho a solicitar à DE-SNS um relatório detalhado sobre as mudanças implementadas desde o início do mandato de Fernando Araújo. O objetivo é obter informações sobre as recentes alterações levadas a cabo pela DE-SNS e compreender melhor o modelo de Unidade Local de Saúde.

ESEnfC realiza hoje Encontro Anual do Programa de Doutoramento em Enfermagem

Arnaldo Santos e Gabriele Meyer estão hoje na Escola Superior de Enfermagem de Coimbra (ESEnfC), onde falarão, respetivamente, sobre “Liderar em ciência: processos e dinâmicas de cocriação na era global e digital” (14h30) e “Passado, Presente e Futuro das Ciências de Enfermagem” (15h30).

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights