Itália inicia testes serológicos a partir de 04 de maio

25 de Abril 2020

Roma, 25 abr 2020 (Lusa) – Itália vai utilizar testes serológicos, que servem para detetar se uma pessoa desenvolveu anticorpos à covid-19, a partir de 04 de maio, quando o país iniciar a reabertura após quase dois meses de confinamento.

Roma, 25 abr 2020 (Lusa) – Itália vai utilizar testes serológicos, que servem para detetar se uma pessoa desenvolveu anticorpos à covid-19, a partir de 04 de maio, quando o país iniciar a reabertura após quase dois meses de confinamento.

O comissário extraordinário designado para a emergência, Domenico Arcuri, disse hoje que estas provas se realizarão numa amostra de 150.000 pessoas em todo o território italiano.

Indicou também que está concluído o concurso para escolher a empresa que disponibilizará os testes de forma gratuita e precisou que se apresentaram mais de 70 empresas.

A escolhida, da qual não forneceu detalhes, “oferece atualmente a melhor solução no mercado”, garantiu.

O governo ultima um plano para iniciar o desconfinamento gradual a partir de 04 de maio e o primeiro-ministro italiano, Giuseppe Conte, já adiantou que será necessário que os cidadãos que saírem à rua levem máscaras para evitar contágios.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou cerca de 197 mil mortos e infetou mais de 2,8 milhões de pessoas em 193 países e territórios.

Mais de 766 mil doentes foram considerados curados.

Os Estados Unidos são o país com mais mortos (51.949) e mais casos de infeção confirmados (mais de 900 mil).

Segue-se Itália (25.969 mortos, em quase 193 mil casos), Espanha (22.902 mortos, mais de 223 mil casos), França (22.245 mortos, mais de 159 mil casos) e Reino Unido (19.506 mortos, mais de 143 mil casos).

Lusa/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

Esclerose Múltipla

Cristiana Lopes Martins, fisiatra nos hospitais de Portimão e Lagos (Unidade Local de Saúde do Algarve) e na Unidade Local de Saúde do Litoral Alentejano; Eduarda Afonso, fisiatra no hospital de Faro (Unidade Local de Saúde do Algarve)

Enfermeiros querem reunir com António Gandra d’Almeida

O Sindicato Nacional dos Enfermeiros (SNE) saudou esta quarta-feira a eleição de António Gandra d’Almeida como novo diretor executivo do Serviço Nacional de Saúde. Em declarações ao nosso jornal, o responsável afirmou que vai solicitar uma reunião com António Gandra d’Almeida e a nova equipa.

Fernando Araújo: Autorizações para contratar médicos “têm demorado menos que três dias úteis”

Na comissão parlamentar de Saúde, esta quarta-feira, Fernando Araújo apresentou os feitos da reforma do Serviço Nacional de Saúde e da equipa que liderou enquanto diretor executivo. A reforma “tem conseguido alterar esta burocracia, estes patamares administrativos, estes tempos que eram incomportáveis na gestão do SNS”, tendo decorrido com o envolvimento dos profissionais: “de baixo para cima”.

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights