Coimbra reforça transportes públicos em 70% a partir de segunda-feira

3 de Maio 2020

Coimbra vai reforçar, a partir de segunda-feira, a oferta de autocarros dos serviços de transportes públicos urbanos em cerca de 70%, anunciou a Câmara Municipal da cidade.

“A partir da próxima segunda-feira, dia 04 de maio, a Câmara Municipal de Coimbra vai reforçar a oferta de autocarros dos Serviços Municipalizados de Transportes Urbanos de Coimbra (SMTUC) em cerca de 70%”, considerando a decisão do Governo de declarar situação de calamidade e definir “uma estratégia de levantamento das medidas de confinamento devido à covid-19”, afirma a autarquia.

As medidas de contingência em prática “continuam em vigor e são reforçadas com o uso obrigatório de máscara de proteção em todas as viagens”, sublinha a Câmara, num comunicado enviado à agência Lusa.

O estado de emergência – que termina hoje – provocou “uma redução abrupta do número de passageiros nos transportes urbanos”, salienta a autarquia, que adequou a oferta à baixa procura (nos dias úteis a procura diminuiu para cerca de 10% da média registada nos dois primeiros meses do ano, que foi de 50 a 60 mil passageiros por dia, de acordo com dados dos SMTUC).

Agora, face à “estratégia de desconfinamento”, anunciada na quinta-feira pelo Governo”, a Câmara de Coimbra decidiu reforçar “em cerca de 70% a oferta”, em relação à que “estava a ser praticada durante a vigência do estado de emergência”.

Na prática, explicita a Câmara, passam a vigorar, na generalidade, os horários referentes ao período de férias escolares a partir da próxima segunda-feira.

Para garantir a segurança dos utentes e dos trabalhadores municipais, “são várias as medidas de contingência” que estão a ser adotadas e que “se mantêm em vigor, sendo reforçadas com o uso obrigatório de máscara de proteção em todas as viagens”, sublinha.

Além disso, a venda de bilhetes a bordo dos veículos continua suspensa, devendo os utilizadores recorrer aos títulos de transporte adquiridos antecipadamente nas lojas SMTUC.

No início de cada viagem os utentes devem validar o passe e desinfetar as mãos com a solução disponibilizada em cada viatura, acrescenta a autarquia, indicando que a lotação será limitada a dois terços do número máximo de passageiros por veículo, para garantir “a distância de segurança” entre eles.

Entre as medidas de contingência para a covid-19 adotadas pelos SMTUC, de referir a instalação de “proteção para isolar o habitáculo do motorista”, o reforço da limpeza e desinfeção das viaturas (designadamente com recurso a um produto que é “eficaz na eliminação do novo coronavírus”) e a distribuição aos motoristas de equipamentos de proteção individual.

Já relativamente às lojas SMTUC, vão estar abertas as do Mercado D. Pedro V, do Parque Manuel Braga e de São José, em Coimbra, nas quais foram instaladas “barreiras de proteção em vidro nos balcões de atendimento ao público”, e onde será limitada a presença simultânea de utentes.

Durante a primeira semana de maio, será entregue uma máscara aos utentes que carreguem os seus passes ou adquiram títulos de transporte naquelas lojas.

Portugal contabiliza 1.023 mortos associados à covid-19 em 25.190 casos confirmados de infeção, segundo o boletim diário da Direção-Geral da Saúde (DGS) sobre a pandemia, divulgado hoje.

Portugal termina às 23:59 de hoje o terceiro período de 15 dias de estado de emergência, iniciado em 19 de março, e passa para uma situação de calamidade.

Lusa/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

Dois anos depois, acesso ao aborto divide Estados Unidos ao meio

A decisão do Supremo Tribunal dos Estados Unidos de revogar o direito federal ao aborto, tomada há dois anos, dividiu profundamente o país no que diz respeito ao acesso a cuidados de saúde. Atualmente, em 21 estados norte-americanos, o procedimento é ilegal ou restrito.

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights