Dados de infetados dos concelhos são “mais finos e precisos” – Graça Freitas

3 de Maio 2020

A diretora-geral de Saúde considerou hoje que os dados recolhidos nos concelhos sobre infetados com covid-19 “são mais finos e precisos”, mas que a nível nacional os números estão “o mais próximos possível da realidade”.

Na conferência de imprensa de hoje, Graça Freitas foi questionada sobre discrepâncias com números de pessoas infetadas com o novo coronavírus, nomeadamente sobre o presidente da Câmara de Ovar, Salvador Malheiro, ter novamente levantado dúvidas à veracidade dos números divulgados pela Direção-Geral de Saúde (DGS) no sábado, referindo que há mais infetados do que os indicados no boletim.

A diretora-geral de Saúde explicou o processo de recolha dos dados, que usa várias plataformas e não é automático, e que também acontece frequentemente que a morada do paciente no registo nacional do utente não corresponde efetivamente ao sítio onde vive, o que pode dar origem a erros.

A diretora-geral de Saúde disse, contudo, que ao nível nacional, do país, os “números estão o mais próximos possível da realidade”, uma vez que são os médicos e os laboratórios de análise que notificam dos infetados e é feito o trabalho de juntar as duas bases de dados para não contar duas vezes o mesmo doente.

“Para efeitos de ação, de vigilância epidemiológica, para efeitos de intervenção, os dados do concelho são mais finos e mais precisos do que os nossos. O que nós fazemos no boletim é que, à medida que os concelhos nos vão dando informação, também vamos afinando a nossa e os dados que aparecem no boletim nacional por concelho vão sendo melhorados dia a dia”, afirmou.

Já nos óbitos por covid-19, indicou, tal problema não acontece porque o processo é centralizado e eletrónico.

LUSA/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

FNAM aponta quatro prioridades para reunião com o Governo

A presidente da Federação Nacional dos Médicos (FNAM) identificou hoje os salários, as 35 horas semanais, a integração dos médicos internos na carreira e as progressões como prioridades para o encontro da próxima sexta-feira com o Governo.

ULS de Braga certifica mais 35 profissionais no âmbito do Programa Qualifica AP

A Unidade Local de Saúde de Braga (ULS de Braga) finalizou, esta semana, o processo de certificação de mais 35 profissionais, no âmbito do Programa Qualifica AP, uma iniciativa desenvolvida em parceria com a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte (CCDR-N), através do Centro Qualifica AP.

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights