Redução do hábito de fumar motiva campanha nacional da Pulmonale

27 de Maio 2020

A estimativa de que o hábito de fumar baixará 30% até 2025 em relação a 2010 é uma das mensagens da campanha nacional da Pulmonale, no âmbito do Dia Mundial Sem Tabaco, que será lançada a 31 de maio.

Baseando-se em informações retiradas do “Relatório global da Organização Mundial de Saúde (OMS) sobre tendências na prevalência do uso de tabaco entre 2000/2025”, a Associação Portuguesa da Luta Contra o Cancro do Pulmão – Pulmonale, procura, desta forma, associar a campanha lançada em 2019, “A esperança não para de crescer” ao “sonho de derrotar o cancro do pulmão” que domina a promoção em 2020.

À Lusa, a presidente da associação, Isabel Magalhães, explicou que no âmbito da campanha foi produzido um vídeo que pretende “ajudar a formar consciências, também, naqueles que estão em fase de tratamento”.

“Ao doente com cancro de pulmão, quando está em tratamento e é fumador, colocam-se sempre dois cenários: achar que não vale a pena deixar de fumar, pois já está doente, e os tratamentos não terão a mesma eficácia, ou parar de fumar para fazer o tratamento, aumentando a eficácia das terapêuticas”.

No vídeo, que passará nas redes sociais da associação a partir do último dia de maio, a Pulmonale retirou algumas das conclusões do relatório da OMS, nomeadamente de que o “tabaco é responsável por 90% dos casos de cancro do pulmão” no mundo, que “até 2000 o tabaco foi responsável por cinco milhões de mortes” e que “por cada cigarro que se fuma encurta-se a vida em sete minutos”.

E num contexto em que, segundo a OMS, “1/5 da população mundial fuma”, a Pulmonale quis também mostrar outros números desse relatório mencionando “que até 2025 estima-se que o hábito de fumar baixe 30% em relação a 2010” e que “em 2018 diminui pela primeira vez o número de homens que fuma, ou seja, menos 1.093 milhões” e que o hábito “está a diminuir em 116 países”.

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

IPG acolhe polo do Centro de Envelhecimento Ativo

O Instituto Politécnico da Guarda (IPG) vai acolher um polo do Centro de Competências de Envelhecimento Ativo, que irá desenvolver atividades para criar melhores condições de vida aos idosos da região.

UC integra estudo mundial sobre aumento da obesidade

Mais de um bilião de pessoas vivem atualmente com obesidade no mundo, segundo um estudo internacional em que participaram investigadores da Universidade de Coimbra (UC), divulgou a instituição.

Quinze ULS terão equipas dedicadas na área da Saúde Mental

Os primeiros Centros de Responsabilidade Integrados dedicados à Saúde Mental vão arrancar em 15 Unidades Locais de Saúde, numa primeira fase em projeto-piloto e durante 10 meses, segundo uma portaria publicada em Diário da República.

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights