Trabalhadores “estado muito grave” após queda de torre em Cascais

17 de Junho 2020

Os dois trabalhadores feridos esta quarta-feira após a queda de uma torre de telecomunicações em Alcabideche, concelho de Cascais, encontram-se em “estado muito grave”, disse à Lusa fonte dos bombeiros, indicando que foram transportados para unidades hospitalares em Lisboa.

A fonte explicou que “um dos trabalhadores ficou debaixo da torre e outro na lateral”, e que foram retirados com o apoio de equipamento para elevar a estrutura.

No momento da queda, que será analisada pela Autoridade para as Condições do Trabalho (ACT), “os dois trabalhadores estavam em cima da torre, com altura aproximadamente de 35 a 40 metros”, indicou a mesma fonte.

Há ainda registo de um terceiro elemento que teve de receber apoio psicológico, por se encontrar em “estado de choque”, adiantou a fonte dos Bombeiros Voluntários de Alcabideche, referindo que não há conhecimento de mais trabalhadores a operar nesta torre de telecomunicações.

Segundo os bombeiros, um dos dois feridos, um homem de 24 anos, foi transportado para o Hospital de São Francisco Xavier, em Lisboa, e o outro, um homem na casa dos 30 anos – que sofreu uma paragem cardiorrespiratória, situação convertida no local – foi transportado para o Hospital Santa Maria, na mesma cidade.

Pelas 11:30, os bombeiros avançaram que os dois trabalhadores que operavam na torre de telecomunicações estavam soterrados”, mas já a ser assistidos.

De acordo com informação da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil, a ocorrência de “queda de estruturas temporárias ou móveis” ocorreu pelas 10:40, mobilizando 19 operacionais de socorro e oito meios terrestres.

A Lusa questionou a Câmara Municipal de Cascais sobre a ocorrência, mas a autarquia disse que “essas informações devem ser dadas pela empresa responsável pelos trabalhos de obra”.

LUSA/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

Dois anos depois, acesso ao aborto divide Estados Unidos ao meio

A decisão do Supremo Tribunal dos Estados Unidos de revogar o direito federal ao aborto, tomada há dois anos, dividiu profundamente o país no que diz respeito ao acesso a cuidados de saúde. Atualmente, em 21 estados norte-americanos, o procedimento é ilegal ou restrito.

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights