Partidos elogiam enfermeiros e concordam com valorização da carreira

19 de Junho 2020

Todos os partidos com assento parlamentar concordaram hoje que é importante valorizar a carreira profissional dos enfermeiros, no dia em que foram debatidas iniciativas legislativas e duas petições sobre a matéria.

Todos os partidos com assento parlamentar concordaram hoje que é importante valorizar a carreira profissional dos enfermeiros, no dia em que foram debatidas iniciativas legislativas e duas petições sobre a matériaNo âmbito das duas petições, BE, PCP e CDS-PP apresentaram projetos de lei, tendo o deputado do BE Moisés Ferreira afirmado que havendo tantos elogios aos enfermeiros impõe-se que todas as bancadas aprovem os projetos em discussão.

As duas petições, cada uma com cerca de oito mil assinaturas, pedem a valorização da carreira especial de enfermagem e a revisão do processo de descongelamento de progressões.

Nas intervenções em plenário os partidos apoiaram as reivindicações, com a deputada Telma Guerreiro, do partido que sustenta o Governo, o PS, afirmado que “reivindicar para melhorar as carreiras profissionais será sempre uma luta legítima”.

“Concordamos completamente com a reivindicação no que se refere à justa transição para a categoria dos enfermeiros especialistas, dos enfermeiros em cargos de chefia e direção. Concordamos com a importância de resolver esta lacuna da lei garantindo assim uma justiça para estes profissionais”, disse a deputada socialista, afirmando também que “nesta fase” não é possível “responder positivamente a todas as propostas” nos processos de valorização de carreiras.

“Confirmamos que vai ser dado mais um passo na melhoria da valorização dos profissionais”, assegurou ainda a deputada.

A importância da enfermagem foi salientada pelos deputados lembrando o trabalho dos profissionais em tempo de pandemia de covid-19, com a oposição a referir depois que o Governo impôs uma carreira aos profissionais e rompeu negociações com os representantes dos trabalhadores.

“O Governo decidiu fazer uma revisão unilateral na carreira de enfermagem e introduziu injustiças intoleráveis, sem nenhum acordo com os profissionais, mexendo na carreira e na maior parte dos casos para pior, impôs quotas para a progressão na categoria de enfermeiro especialista, fez desaparecer todos os pontos dos profissionais, impossibilitando a sua progressão”, disse o deputado Moisés Ferreira, lamentando as “regras de transição injustas” de enfermeiros especialistas.

Por isso o partido apresentou projetos de lei para que haja “transições justas”, que sejam contados todos os “pontos de serviço para efeitos de progressão na carreira” e que acabem as barreiras a essa progressão.

Paula Santos, do PCP, referiu-se às mesmas injustiças e frisou que não basta dizer que se valoriza o trabalho dos enfermeiros, sendo necessário valorizar carreiras, garantir condições de trabalho e valorizar os direitos dos trabalhadores. As propostas do PCP, disse, vão nesse sentido.

O CDS-PP, outro partido a apresentar um projeto de lei, disse também, pela voz da deputada Ana Rita Bessa, que o Governo não reconhece as contestações dos enfermeiros nem retoma o processo negocial, ainda que caiba ao executivo solucionar o problema que criou.

A propósito das duas petições o PAN e o PSD apresentaram projetos de resolução nos quais pedem ao Governo que retome as negociações com os representantes dos trabalhadores e “medidas concretas”.

Na manhã de hoje cerca de 40 dirigentes do Sindicato dos Enfermeiros Portugueses (SEP) concentraram-se em frente do Parlamento para apelar aos deputados para que aprovem as iniciativas legislativas com vista à “justa contagem dos pontos” para efeitos de progressão na carreira.

LUSA/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

Sociedade Portuguesa de Dermatologia e Venereologia promove reunião de Verão em Évora

Nos próximos dias 28 e 29 de junho, a Sociedade Portuguesa de Dermatologia e Venereologia (SPDV) realizará a sua Reunião de Verão no Hotel Vila Galé, em Évora. O evento é uma oportunidade para dermatologistas e profissionais da área compartilharem conhecimentos, debaterem os últimos avanços na especialidade e fortalecerem laços profissionais

SIM e Secretaria da Saúde dos Açores avançam em negociações para melhorar condições de trabalho dos médicos

Os Sindicatos Médicos e a Secretaria Regional da Saúde dos Açores (SRSA) estiveram reunidos no passado dia 4 para discutir questões relacionadas com condições de trabalho dos médicos na região. Embora a reunião não tenha resultado na implementação imediata de medidas específicas para a melhoria dessas condições, diversos aspetos do processo negocial foram revistos e acordados, prometendo tornar as futuras negociações mais céleres e eficazes.

Preveris é a nova marca de prevenção em saúde

A Preveris, uma empresa do Grupo CUF, resulta da união de duas marcas de sucesso: SAGIES e Atlanticare. Com uma experiência acumulada de mais de 50 anos e o legado de experiência, rigor e confiança do Grupo CUF, esta união representa a soma desse conhecimento, numa nova marca que se coloca ao serviço da prevenção, da saúde e do bem-estar das empresas portuguesas. Operadora líder de mercado no setor da saúde ocupacional em Portugal, a Preveris é responsável por servir 25 por cento das 100 maiores empresas que atuam no nosso país.  

ENSP NOVA e NTT DATA estabelecem parceria para potenciar a inovação em saúde

A Escola Nacional de Saúde Pública da Universidade NOVA de Lisboa (ENSP NOVA) e a consultora global de negócio e tecnologia NTT DATA fornalizaram esta quarta-feira um protocolo de colaboração que vai permitir impulsionar a formação avançada, o desenvolvimento de investigação e projetos de inovação na área da saúde. O objetivo é promover avanços significativos no setor.

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights