Bombeiros das 19 freguesias da AML vão ser testados à Covid-19

30 de Junho 2020

Os bombeiros voluntários que atuam nas 19 freguesias em situação de calamidade da Área Metropolitana de Lisboa (AML) vão realizar testes de diagnóstico à Covid-19, anunciou esta terça-feira o Ministério da Administração Interna (MAI).

“O Ministério da Administração Interna, em articulação com o Ministério da Saúde, decidiu realizar testes de despistagem à Covid-19 aos elementos que integram os corpos de bombeiros voluntários que atuam nas 19 freguesias em situação de calamidade da Área Metropolitana de Lisboa”, refere uma nota do Ministério tutelado por Eduardo Cabrita.

Segundo o MAI, a realização dos testes será organizada entre a Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil, o Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge e o Instituto Nacional de Emergência Médica.

O MAI sublinha que a medida tem em conta o risco de exposição profissional ao coronavírus SARS-CoV-2, que provoca a doença Covid-19, a que estão sujeitos os bombeiros, nomeadamente no transporte de doentes urgentes e não urgentes.

Com esta medida, o Governo pretende “minimizar o risco de contágio entre o efetivo, salvaguardando a saúde e segurança dos bombeiros e daqueles com quem estes contactam, bem como a capacidade de resposta operacional dos corpos de bombeiros”.

O MAI acrescenta que a realização dos testes inicia-se esta semana e abrange todos os 944 operacionais dos quadros ativo e de comando, pertencentes a 16 Corpos de Bombeiros, designadamente Amadora (Município da Amadora), Ajuda, Beato e Penha de França, Cabo Ruivo, Campo de Ourique, Lisboa e Lisbonenses (Município de Lisboa), Camarate e Sacavém (Município de Loures), Caneças, Odivelas e Pontinha (Município de Odivelas), Agualva-Cacém, Algueirão-Mem Martins, Belas e Queluz (Município de Sintra).

A testagem aos bombeiros das 19 freguesias da Área Metropolitana de Lisboa, região onde se tem registado o maior número de casos, surge um dia depois de ser conhecido um surto de Covid-19 nos bombeiros voluntários de Queluz, em que, pelo menos, 13 bombeiros estão infetados.

Portugal regista hoje mais oito mortes causadas pela covid-19 do que na segunda-feira e mais 229 infetados, cerca de 82% dos quais na Região de Lisboa e Vale do Tejo, divulgou hoje a Direção-Geral da Saúde (DGS).

De acordo com o boletim epidemiológico da DGS, o número de mortes relacionadas com a Covid-19 ascende hoje a 1.576 pessoas enquanto os casos confirmados desde o início da pandemia totalizam 42.141 infetados.

LUSA/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

Sociedade Portuguesa de Dermatologia e Venereologia promove reunião de Verão em Évora

Nos próximos dias 28 e 29 de junho, a Sociedade Portuguesa de Dermatologia e Venereologia (SPDV) realizará a sua Reunião de Verão no Hotel Vila Galé, em Évora. O evento é uma oportunidade para dermatologistas e profissionais da área compartilharem conhecimentos, debaterem os últimos avanços na especialidade e fortalecerem laços profissionais

SIM e Secretaria da Saúde dos Açores avançam em negociações para melhorar condições de trabalho dos médicos

Os Sindicatos Médicos e a Secretaria Regional da Saúde dos Açores (SRSA) estiveram reunidos no passado dia 4 para discutir questões relacionadas com condições de trabalho dos médicos na região. Embora a reunião não tenha resultado na implementação imediata de medidas específicas para a melhoria dessas condições, diversos aspetos do processo negocial foram revistos e acordados, prometendo tornar as futuras negociações mais céleres e eficazes.

Preveris é a nova marca de prevenção em saúde

A Preveris, uma empresa do Grupo CUF, resulta da união de duas marcas de sucesso: SAGIES e Atlanticare. Com uma experiência acumulada de mais de 50 anos e o legado de experiência, rigor e confiança do Grupo CUF, esta união representa a soma desse conhecimento, numa nova marca que se coloca ao serviço da prevenção, da saúde e do bem-estar das empresas portuguesas. Operadora líder de mercado no setor da saúde ocupacional em Portugal, a Preveris é responsável por servir 25 por cento das 100 maiores empresas que atuam no nosso país.  

ENSP NOVA e NTT DATA estabelecem parceria para potenciar a inovação em saúde

A Escola Nacional de Saúde Pública da Universidade NOVA de Lisboa (ENSP NOVA) e a consultora global de negócio e tecnologia NTT DATA fornalizaram esta quarta-feira um protocolo de colaboração que vai permitir impulsionar a formação avançada, o desenvolvimento de investigação e projetos de inovação na área da saúde. O objetivo é promover avanços significativos no setor.

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights