Podologistas preocupados com doentes que sofrem de pé diabético

2 de Julho 2020

A Associação Portuguesa de Podologia (APP) alerta para a necessidade de retomar os cuidados médicos de podologia em doentes com o pé diabético. Estima-se que a diabetes afete cerca de um milhão de portugueses, podendo provocar alterações nos membros inferiores, feridas e infeções.

O presidente da APP, Manuel Portela, considera que a retoma das consultas de podologia é essencial sobretudo em pessoas que sofrem de pé diabético. “Após três meses de confinamento, muitas foram as pessoas que ficaram privadas das suas consultas, levando a que cuidassem menos dos seus pés, e, consequentemente, deixando que outras doenças de maior gravidade avançassem. Face a este fator, é importante consciencializar as pessoas para a retoma dos cuidados a ter com a saúde dos pés, especialmente as que sofrem de doenças como o pé diabético”, explica.

De acordo com Manuel Portela a diabetes afeta milhares de portugueses todos os anos, sendo que em alguns casos pode impulsionar doenças como o pé diabético. “A diabetes é uma doença que afeta cerca de um milhão de portugueses e com o passar do tempo, estes doentes acabam por ter alterações dos membros inferiores, como défices sensitivos e motores, alterações da posição das articulações do pé, feridas e infeções (pé diabético).”

É por isso que defende a manutenção uma dieta equilibrada, uma avaliação regular da taxa de glicemia e a continuação dos cuidados que são recomendados pelos especialistas de podologia após terem realizado um diagnóstico prévio.

“É importante que os doentes que sofrem de pé diabético sejam acompanhados por um podologista devidamente certificado e que todos os dias, ou pelo menos uma vez por semana, os pés sejam examinados num local bem iluminado, de maneira a que seja possível verificar a existência de qualquer lesão, tais como cortes, calos, bolhas, micoses, fissuras, feridas ou alterações de cor.”

Para comemorar o Dia do Podologista, e o dia em que a Podologia celebra a sua regulamentação como profissão em Portugal, que se assinala amanhã, dia 8 de julho, a APP vai realizar a caminhada com cerca de 30 quilómetros pelos caminhos de Santiago de Compostela. A iniciativa tem como objetivo homenagear a atividade de Podologia e dos Podologistas.

PR/HN/Vaishaly Camões

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

ESEnfC realiza hoje Encontro Anual do Programa de Doutoramento em Enfermagem

Arnaldo Santos e Gabriele Meyer estão hoje na Escola Superior de Enfermagem de Coimbra (ESEnfC), onde falarão, respetivamente, sobre “Liderar em ciência: processos e dinâmicas de cocriação na era global e digital” (14h30) e “Passado, Presente e Futuro das Ciências de Enfermagem” (15h30).

“Temos de atuar agora” foi a principal mensagem do 6.º Congresso CNC

O que nos espera na próxima década e como podemos impedir ou atrasar o aparecimento de doenças que acompanham o envelhecimento foram as principais questões colocadas na 6.ª edição do Congresso CNS, que se realizou no passado dia 13 de abril na Unidade de Lisboa do CNS | Campus Neurológico. A resposta foi consensual: temos de atuar agora.

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights