Austrália anuncia fim de confinamentos em várias regiões

2 de Julho 2021

Autoridades de várias regiões australianas anunciaram esta sexta-feira o fim de alguns confinamentos localizados, depois de considerarem que conseguiram travar os contágios de Covid-19.

O chefe do governo do Território do Norte, Michael Gunner, disse que a medida chegou ao fim na capital regional de Darwin, e em cidades próximas, além da remota cidade de Alice Springs.

A governadora do estado de Queensland (nordeste), Annastacia Palaszczuk, disse que a ordem será prolongada por mais um dia em Brisbane, a capital do estado, e em Moreton Bay.

As autoridades sanitárias de Queensland anunciaram que detetaram três novos casos de Covid-19, enquanto que no vizinho estado de Nova Gales do Sul (sudeste), cuja capital, Sydney, se encontra bloqueada até 09 de julho, foram comunicados 31 novos casos, enquanto no estado da Austrália do Sul (centro-sul) foram diagnosticados dois.

O surto de Sydney, ligado principalmente à variante Delta, é o mais preocupante, com mais de 230 casos desde que foi detetado, em meados de junho. O número de casos diários continua a mostrar uma tendência ascendente.

O primeiro-ministro australiano, Scott Morrison, anunciou hoje estar a finalizar um novo plano para a saída da pandemia, centrado na supressão da transmissão comunitária do vírus através da campanha de vacinação.

Desde o início da pandemia, a Austrália acumulou mais de 30.600 infeções de Covid-19, incluindo 910 mortes, e vacinou com pelo menos uma dose mais de 7,8 milhões de pessoas dos 25 milhões de habitantes do país, um ritmo lento como esperado pelas autoridades.

A pandemia de Covid-19 provocou, pelo menos, 3.949.567 mortos no mundo, resultantes de mais de 182,1 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 17.101 pessoas e foram confirmados 882.006 casos de infeção, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença respiratória é provocada pelo novo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

LUSA/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

Fundação BIAL: candidaturas aos apoios a projetos de investigação científica encerram a 31 de agosto

As candidaturas ao Programa de Apoios à Investigação Científica da Fundação BIAL estão abertas até ao dia 31 de agosto. Esta iniciativa destina-se a investigadores nas áreas da Psicofisiologia e da Parapsicologia, que terão a oportunidade de se candidatar a apoios financeiros que podem alcançar até 60 mil euros, sujeitando-se à avaliação dos membros do Conselho Científico da fundação.

Hospital CUF Tejo Imagiologia Cardiovascular recebe acreditação europeia

A Associação Europeia de Imagiologia Cardiovascular (EACVI) acaba de reconhecer a qualidade clínica e tecnológica do serviço de Imagiologia do Hospital CUF Tejo, atestando-o como referência na realização de ressonância magnética cardíaca, com especialização em ressonância magnética com stress. 

Unidade de Queimados da ULS de Coimbra celebra 35 anos

A Unidade de Queimados da ULS de Coimbra – a única em Portugal certificada pela European Burns Association (EBA) e uma das menos de trinta certificadas em toda a Europa como centro de queimados de alto nível – atende entre 150 a 200 doentes por ano.

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights