“Verifica-se que existe uma grande proximidade entre o Congresso Português do AVC e este novo pico de atividade da pandemia COVID-19, sendo também previsível que as limitações impostas à circulação interna e transfronteiriça de cidadãos no espaço europeu e americano condicionem muito as atividades pré-congresso e a deslocação de profissionais. Vemo-nos, assim, forçados a adotar em 2022 o formato online integral para todas as atividades previstas para o 16º Congresso Português do AVC”, informa a direção da SPAVC, citada no comunicado de imprensa.

O formato mudou, mas o programa científico do “Grande Fórum Nacional da Doença Vascular Cerebral” mantém-se, e já pode ser consultado no site da SPAVC. “Conseguimos manter a atualidade do programa e a regularidade das atividades científicas e formativas, privilegiando as expectativas de todos os profissionais que se dedicam diariamente ao cuidado dos doentes com AVC”, lê-se no comunicado de imprensa da SPAVC, que recorda que haverá cursos pré e pós congresso.

“Compreendemos que o formato digital acarreta dificuldades adicionais nesta fase, mas com o dinamismo de todos os participantes e patrocinadores, vamos conseguir manter esta nossa importante organização”, afirma a direção.

O comunicado revela também que “está a ser desenvolvida uma plataforma digital que irá conter tudo o que poderia ser vivenciado fisicamente, desde as sessões científicas à exposição técnica, e até mesmo um espaço de network entre os inscritos no evento”.

As inscrições estão abertas e podem ser feitas no site da SPAVC, “no qual poderá ler a mensagem de boas-vindas assinada pelo Prof. Castro Lopes e consultar todas as informações sobre o programa e os intervenientes, os órgãos do Congresso e os Sponsors do 16.º Congresso Português do AVC”.

PR/HN/Rita Antunes

Share This