Dr Armando Barbosa, anestesiologista, especialista no tratamento da dor. Diretor clínico das clínicas Paincare

Dor neuropática

03/04/2022

A dor lombar neuropática é tipicamente caracterizada por uma dor ardente e aguda, juntamente com uma sensação de formigueiro e dormência

O termo tem origem de “neuro”, que significa nervos e “pathy” que significa anormalidade. Em geral, os especialistas em dor classificam as causas físicas da dor em dois tipos, a dor nociceptiva e a dor neuropática.

Sabe‐se que a dor neuropática crónica é mais prevalente no sexo feminino e nas idades mais avançadas.

A dor neuropática pode ser classificada quanto à duração em aguda ou crónica, e quanto à localização em central ou periférica.

Sintomas

A dor neuropática pode manifestar-se de várias formas. Alguns dos descritores mais comuns são:

  • Sensação de ardor/calor/queimadura
  • Formigueiro/dormência
  • Sensação de choque elétrico

Causas

As principais causas de dor neuropática são:

  • Trauma e compressão, como síndrome do túnel de carpo
  • Doenças endócrinas, como diabetes
  • Doenças infeciosas, como herpes zóster e VIH
  • Neuropatias tóxicas, provocado pelo álcool, quimioterapia e outras medicações
  • Deficiências nutricionais, como ácido fólico e vitamina B12
  • Nevralgia do trigémeo
  • Cirurgia falhada da coluna

Diagnóstico

Obter o diagnóstico correto é essencial para individualizar o plano de tratamento.

Tratamento

O tratamento da dor neuropática varia de acordo com a causa e a fase em que se encontra.

O objetivo é tratar a doença e, quando isso não for possível, aliviar a dor e sofrimento associado.

Como tratamento farmacológico, os mais frequentes são:

  • Anticonvulsivantes – como a Gabapentina, Carbamazepina e lamotrigina atuam diminuindo a atividade elétrica dos nervos e inibindo a passagem das dores por determinadas vias nervosas
  • Anestésicos – como a Ropivacaína, Cetamina e Lidocaína que também diminuem a atividade elétrica dos nervos
  • Antidepressivos – como a Amitriptilina e a Imipramina, que inibem a passagem da dor e atua no episódio depressivo associado à neuropatia ou qualquer dor em fase crónica

Outras técnicas usadas são:

  • Aplicação de neuroestimulador medular
  • Infiltrações endovenosas de lidocaína
  • Ozonoterapia
  • Neuroestimulação elétrica transcutânea (TENS)

 

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

Projeto liderado pela ESEnfC vence Prémio Erasmus+

O projeto europeu de capacitação para a prática de cuidados de enfermagem multiculturais, “MulticulturalCare”, liderado pela Escola Superior de Enfermagem de Coimbra (ESEnfC) e com coordenação da professora Ana Paula Monteiro, foi vencedor do Prémio Erasmus+ na categoria de Parcerias de Cooperação no Ensino Superior do ano 2023, foi anunciado na última terça-feira.

Sindepor vai impugnar concurso da ARS Norte

O Sindicato Democrático dos Enfermeiros (Sindepor) vai “contestar juridicamente a alteração súbita das regras de um concurso destinado à contratação de 61 enfermeiros para a Administração Regional de Saúde (ARS) do Norte”, divulgou hoje o Sindepor.

Número de mortos em esfaqueamento na Austrália sobe para seis

O número de vítimas mortais do esfaqueamento que ocorreu hoje num movimentado centro comercial em Sidney, na Austrália, subiu de cinco para seis, depois de um dos feridos hospitalizados ter sucumbido aos ferimentos, confirmou a polícia australiana.

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights