Cáritas Portugal inicia campanha de angariação de fundos para apoiar ucranianos

7 de Março 2022

A Cáritas Portugal inicia esta segunda-feira uma campanha de angariação de fundos para apoiar as populações afetadas pela guerra na Ucrânia, angariação de fundos que conta com o apoio da Conferência Episcopal Portuguesa.

A Cáritas Portugal informa que a verba angariada nesta campanha tem como objetivo reforçar a capacidade de resposta da Cáritas na Ucrânia, nos países fronteiriços e o eventual acolhimento a famílias deslocadas em Portugal.

Citada em comunicado, a presidente da Cáritas Portuguesa, Rita Valadas, refere que esta “medida de urgência” surge face ao pedido de ajuda” que chega a Portugal da Cáritas Ucrânia, “que tem intensificado a sua resposta junto da população e cujas necessidades aumentam diariamente”.

Em causa está “um apoio de emergência no local em alimentos, medicamentos e abrigo, mas também da urgência de responder à situação dramática de milhares de pessoas deslocadas e que necessitam de ajuda imediata”, adianta.

Para sustentar o trabalho da Cáritas ucraniana, a Cáritas Internacional lançou um apelo de emergência, que permitirá ajudar cerca de 13.000 pessoas em diferentes partes da Ucrânia.

Também as Cáritas da Polónia, Moldova, Roménia e Eslováquia estão neste momento a prestar assistência humanitária e informação segura aos milhares de refugiados que estão a atravessar estas fronteiras.

A Rússia lançou na madrugada de 24 de fevereiro uma ofensiva militar na Ucrânia, com forças terrestres e bombardeamento de alvos em várias cidades, um ataque que foi condenado pela generalidade da comunidade internacional.

LUSA/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

Trabalhadores do Hospital de Braga não querem regressar à Parceria Público-Privada

Os trabalhadores do Hospital de Braga não querem regressar à Parceria Público-Privada (PPP), garante Camilo Ferreira, coordenador da Comissão de Trabalhadores, que recordou, em conversa com o HealthNews, a exaustão dos profissionais naquele modelo de gestão e, como Entidade Pública Empresarial (EPE), a melhoria das condições de trabalho e do desempenho.

Menopausa: Uma doença ou um processo natural de envelhecimento?

A menopausa foi o “elefante na sala” que a Médis trouxe hoje ao Tejo Edifício Ageas Tejo. O tema foi abordado numa conversa informal que juntou diversos especialistas. No debate, os participantes frisaram que a menopausa não é uma doença, mas sim um “ciclo de vida”. 

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights