Costa envia mensagem de condolência ao primeiro-ministro da Índia

3 de Junho 2023

O primeiro-ministro, António Costa, enviou este sábado uma mensagem de condolências ao seu homólogo da Índia, Narendra Modi, pelas vítimas do acidente de comboio em Odisha, que fez pelo menos 280 mortos e cerca de 900 feridos.

“Envio as minhas sentidas condolências às famílias das vítimas que faleceram no acidente de comboio em Odisha e ao primeiro-ministro, Narendra Modi. Os nossos pensamentos estão convosco neste momento de luto”, escreveu António Costa na sua conta na rede social Twitter.

O responsável dos bombeiros do estado de Odisha, Sudhanshu Sarangi, disse à agência de notícias Associated Press (AP) que pelo menos 280 corpos foram recuperados entre a noite de sexta-feira e a manhã de hoje na sequência de um acidente ferroviário no leste da Índia, que envolveu dois comboios de passageiros

Um responsável do estado de Odisha, P.K. Jena, já tinha avançado que, pelo menos, 900 pessoas ficaram feridas na sequência do acidente.

As equipas de resgate continuam a tentar aceder aos vagões destruídos à procura de passageiros que tenham ficado presos. De acordo com Sarangi, as hipóteses de encontrarem sobreviventes são reduzidas.

O acidente, de acordo com o relato das agências internacionais de notícias, ocorreu às 19:20 locais (13:50 em Lisboa) de sexta-feira, perto de uma estação na localidade de Bahanaga, a 1.600 quilómetros a nordeste da capital Nova Deli.

Dez a 12 vagões de um comboio descarrilaram e os destroços de alguns dos vagões caíram num trilho próximo, explicou o porta-voz da Indian Railways, Amitabh Sharma. Esses destroços, acrescentou o responsável, foram, por sua vez, atingidos por um outro comboio de passageiros, que viajava na direção oposta.

De acordo com as autoridades, 1.200 socorristas trabalharam durante toda a noite, apoiados por 115 ambulâncias, 50 autocarros e 45 unidades móveis médicas.

O primeiro-ministro indiano, Narendra Modi, numa mensagem que publicou nas redes sociais, manifestou-se “angustiado” com a tragédia.

LUSA/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

Prémio de Investigação Noémia Afonso recebe trabalhos até 31 de julho

O Prémio de Investigação Noémia Afonso, promovido pela Sociedade Portuguesa de Senologia (SPS), anunciou a extensão do prazo de envio dos trabalhos até 31 de julho de 2024. A iniciativa tem como objetivo incentivar a cultura científica e fomentar a investigação clínica na área do cancro da mama.

Guadalupe Simões: Quantidade de atos “não se traduz em acompanhamento com a qualidade e segurança que qualquer pessoa deverá exigir”

Esta sexta-feira, Guadalupe Simões, dirigente do Sindicato dos Enfermeiros Portugueses, criticou a escolha do Governo de pagar pela quantidade de atos. “Quando o Governo diz que dá incentivos ou que dá suplementos financeiros se fizerem mais intervenções cirúrgicas, se tiverem mais doentes nas listas, se operarem mais doentes no âmbito dos programas do SIGIC, se, se, se, está sempre a falar de quantidade de atos, que não se traduz em acompanhamento das pessoas com a qualidade e segurança que qualquer pessoa deverá exigir”, explicou ao HealthNews.

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights