“Let’s Talk About Children”, a sua saúde mental e da família

4 de Julho 2023

O projeto Let´s Talk About Children (LTC), dirigido à promoção da saúde mental das crianças e famílias, encontra-se em implementação em Portugal através da Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra e do Centro Hospitalar e Universitário da Universidade de Coimbra.

O lançamento oficial do projeto em Portugal será no dia 13 de outubro, com o seminário “Vamos falar sobre crianças”, envolvendo diversos especialistas, no Auditório do Hospital Pediátrico do Centro hospitalar e Universitário de Coimbra.

Este projeto baseia-se na metodologia que lhe dá nome, “Let’s Talk About Children”, uma intervenção psicossocial criada na Finlândia pela psiquiatra Tytti Solantus, baseada na evidência, centrada na criança e na família, cujo objetivo principal é a promoção da saúde mental das crianças, bem como a prevenção da transmissão intergeracional de problemas de saúde mental. Esta metodologia contempla o treino de profissionais que lidam com famílias para que possam adquirir competências específicas, que serão fundamentais para que reconheçam precocemente as necessidades psicossociais das crianças e das suas famílias.

Segundo Joaquim Cerejeira, coordenador em Portugal, “o objetivo principal deste projeto inovador é a promoção da saúde mental de crianças oriundas de contextos familiares vulneráveis, como, por exemplo, famílias em que há casos de doença mental, carências económicas ou dificuldades na integração social. Vamos envolver profissionais das áreas da saúde, educação e ação social para que possam adquirir novas competências para trabalhar com as famílias em prol do bem-estar das crianças.”

A primeira etapa de implementação centra-se na auscultação das entidades que prestam apoio a famílias em situações de vulnerabilidade, como escolas, autarquias, serviços de saúde e associações, de forma a identificar e a avaliar as respostas existentes, bem como as suas limitações e dificuldades. “Após a fase de auscultação, vai ter início a capacitação dos profissionais que lidam com as famílias e com as crianças nos contextos educativo e da saúde. Este treino vai potenciar a aquisição de metodologias para que os profissionais possam reconhecer precocemente famílias em situação de vulnerabilidade e, através de intervenções multidisciplinares, promover as competências parentais, o desenvolvimento psicossocial das crianças e a saúde mental de toda a família”, afirma Joaquim Cerejeira.

Os treinos de capacitação para a metodologia LTC são dirigidos a profissionais de saúde – psiquiatras, pedopsiquiatras, médicos de medicina geral e familiar, enfermeiros, psicólogos –, da área da educação, psicólogos e professores, e intervenção social, assistentes sociais, que contactem com crianças e famílias.

Os treinos de capacitação irão decorrer em duas edições (2023 e 2025) envolvendo um total de 120 profissionais. O programa de capacitação consiste em sessões presenciais, sessões online de acompanhamento e discussão, equivalendo a oito dias de trabalho distribuídos por um período de seis meses. Nas sessões serão abordados conteúdos teóricos sobre a metodologia LTC, que deverão ser implementados pelos profissionais, sendo os casos discutidos nas sessões de acompanhamento online.

As inscrições nos treinos de capacitação podem ser efetuadas em https://forms.office.com/e/FLWvXDP0Mt.

O programa preliminar do simpósio encontra-se disponível aqui. O evento é de participação gratuita, mas de inscrição obrigatória (https://forms.office.com/e/R02xpJKpRN).

PR/HN/RA

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

APAH defende autonomia após ministra anunciar auditoria

 A Associação Portuguesa de Administradores Hospitalares (APAH) defendeu hoje autonomia para as administrações tomarem decisões, depois de a ministra da Saúde anunciar a criação de uma comissão para auditar os conselhos de administração dos hospitais.

Enfermeiros denunciam situação “explosiva” na Linha SNS 24

A Linha SNS 24 vive uma situação “explosiva” e, entre os enfermeiros que prestam serviço nesta linha de atendimento, já se fala em paralisação. A denúncia é feita pelo Sindicato dos Enfermeiros (SE), que teve conhecimento do caso por meio de uma exposição dos enfermeiros que ali prestam serviço, em tempo parcial.

Violência contra a pessoa idosa em debate

A Câmara Municipal de Ponta Delgada (São Miguel, Açores) promove na próxima sexta-feira, às 9h30, uma palestra subordinada ao tema da consciencialização da violência contra a pessoa idosa, isto na véspera do dia mundial que lhe é dedicado pela Organização das Nações Unidas.

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights