Conselho de Ministros reúne-se para aprovar medidas da nova fase da retoma

29 de Maio 2020

O Conselho de Ministros vai reunir-se hoje para fazer o balanço das medidas da segunda fase de desconfinamento e tomar decisões relativamente à terceira fase, que prevê a reabertura do pré-escolar, dos cinemas, teatros e salas de espetáculo.

O Conselho de Ministros vai reunir-se hoje para fazer o balanço das medidas da segunda fase de desconfinamento e tomar decisões relativamente à terceira fase, que prevê a reabertura do pré-escolar, dos cinemas, teatros e salas de espetáculoEsta reunião do executivo, que decorre no Palácio Nacional da Ajuda, em Lisboa, tem início marcado para as 9:30, e será presidida pelo primeiro-ministro, António Costa.

De acordo com o plano de desconfinamento do Governo, a partir de 01 de junho (Dia da Criança e o início da terceira fase do levantamento das restrições), os mais novos podem voltar a frequentar os jardins de infância.

No mesmo dia deverão reabrir os cinemas, teatros, auditórios e salas de espetáculos, mas com regras. As sessões deverão ter lotação reduzida e deve ser acautelado o distanciamento físico entre os espetadores, que terão lugares marcados.

A partir de junho, as empresas poderão também recorrer ao teletrabalho parcial, desde que os trabalhadores tenham “horários desfasados ou equipas em espelho”.

De acordo com o plano de desconfinamento, na terceira fase deverão reabrir as Lojas do Cidadão com obrigatoriedade do uso de máscara e atendimento por marcação prévia.

Para esta fase está prevista também a reabertura ao pública de lojas com área superior a 400 metros quadrados, ou inseridas em centros comerciais.

Na quinta-feira, no final de mais um encontro com especialistas sobre a “situação epidemiológica da covid-19 em Portugal”, no Infarmed, em Lisboa, o Presidente da República considerou que “a fotografia” da evolução da pandemia de covid-19 no país “é favorável”, mas admitiu preocupação com situação na região de Lisboa, onde tem crescido o número de infetados.

De acordo com Marcelo Rebelo de Sousa, o surgimento de casos de covid-19 na região de Lisboa e Vale do Tejo deve e vai ser ponderado nas decisões a adotar pelo Governo nos próximos dias e semanas.

Também o PSD transmitiu aos jornalistas que o executivo vai estudar a possibilidade de adiar, na região de Lisboa e Vale do Tejo, a aplicação de algumas das medidas previstas no âmbito da terceira fase de desconfinamento, avaliação que seria feita antes do Conselho de Ministros de hoje.

Portugal contabiliza pelo menos 1.369 mortes associadas à covid-19 em 31.596 casos confirmados de infeção, segundo a Direção-Geral da Saúde.

LUSA/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

Investigadores conseguem mapear comunicação do cancro do pâncreas

Investigadores do Instituto de Investigação e Inovação em Saúde (i3S) da Universidade do Porto conseguiram, através de um “espião colorido”, mapear a comunicação do cancro do pâncreas, abrindo portas para novas terapias, foi esta quinta-feira anunciado.

Estudo propõe critérios para atualização periódica do pagamento da hemodiálise

O estudo “Preço compreensivo da hemodiálise em Portugal”, do especialista em economia da saúde Eduardo Costa, conclui que a introdução de um modelo dinâmico de preço compreensivo e a eventual revisão do modelo de gestão integrada da doença renal crónica serão instrumentos cruciais para garantir a continuidade da excelência dos cuidados de hemodiálise.

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights