Bares e discotecas de Lisboa protestam silêncio do Governo

8 de Junho 2020

Os empresários da noite lisboeta criticaram hoje o silêncio do Governo por falta de resposta aos sucessivos pedidos para a reabertura da atividade, lembrando que também têm família.

O lamento veio dos cerca de 200 responsáveis de bares e de discotecas, maioritariamente dos lisboetas Bairro Alto, Cais do Sodré, Estrela e Campo de Ourique, que protestaram hoje diante da Assembleia da República, em Lisboa, para exigir a reabertura das suas atividades.

Empunhando cartazes em que se podia ler “Fomos os primeiros a fechar, há melhor exemplo?”, “Igualdade para todos, a noite também é cultura” ou ainda “Mesmo sem receber o ‘lay-off’ queremos abrir gostoso”, a manifestação que, se tornou em marcha em redor do quarteirão defronte ao parlamento, passou de silenciosa a um conjunto de bater palmas, único momento em que se quebrou o silêncio.

Os manifestantes foram interpelados pela polícia, tendo identificados alguns dos organizadores, sem que, no entanto, houvesse qualquer perturbação do protesto.

LUSA/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

Centro de Saúde de Óbidos reabre na sexta-feira

O Centro de Saúde de Óbidos vai reabrir na sexta-feira, após uma requalificação de mais de meio milhão de euros financiados Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), informou a Unidade Local de Saúde (ULS) do Oeste.

Papa levado para o hospital para fazer exame médico

O Papa Francisco foi levado hoje a um centro médico ligado do hospital Gemelli, na ilha Tiberina, em Roma, para um exame médico após a audiência geral no Vaticano, disseram fontes do Vaticano à agência de notícias ANSA.

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights