Comerciantes de Castelo Branco estão pessimistas e esperam um mês de dezembro “muito mau”

25 de Novembro 2020

O presidente da Associação Comercial e Empresarial da Beira Baixa (ACICB) disse esta quarta-feira que as expectativas para o mês de dezembro "são muito más" e adiantou que toda a ajuda ao comércio tradicional "é muito importante".

“As expectativas [para o mês de dezembro] não vão ser as melhores. A perspetiva é muito má. As medidas tomadas pelo Governo para combater a pandemia são necessárias, mas no reverso da medalha temos um reflexo muito negativo [para o comércio]”, explicou à agência Lusa o presidente da direção da ACICB, Sérgio Bento.

A Câmara de Castelo Branco anunciou na terça-feira que vai canalizar 270 mil euros para o comércio local, no âmbito do “Natal Branco”, iniciativa que marca as celebrações natalícias do concelho.

“O ‘Natal Branco’ já era uma referência a nível nacional. Só que, este ano, temos circunstâncias diferentes devido à situação de pandemia [Covid-19], o que implica o cancelamento de dinâmicas ligadas ao Natal que possibilitam os ajuntamentos. A Câmara de Castelo Branco e a ACICB [Associação Comercial e Empresarial da Beira Baixa] entendem que se devia fazer um Natal diferente, sem a perda do simbolismo”, disse o presidente do município José Augusto Alves.

O “Natal Branco” é uma iniciativa do município de Castelo Branco, em parceria com a Associação Comercial e Empresarial da Beira Baixa (ACICB), e este ano foi alvo de vários ajustamentos na sua dinâmica, sendo que a autarquia decidiu canalizar o valor do custo da organização deste evento (270 mil euros) para apoio ao comércio local.

O presidente da Associação Comercial e Empresarial da Beira Baixa disse esperar reduções de faturação muito grandes no comércio tradicional face aos anos anteriores e adiantou que, neste tempo de incertezas, a maioria das pessoas opta por fazer compras em plataformas ‘online’, onde o pequeno comércio começa agora a chegar.

“Os tempos são tão maus que qualquer ajuda que possa vir é muito importante”, sustentou.

Sérgio Bento deixou ainda uma palavra de apreço à Câmara de Castelo Branco e às medidas que anunciou recentemente para apoio ao comércio tradicional e serviços.

“Creio que o município de Castelo Branco teve sensibilidade para o problema e optou por canalizar as verbas que eram para outras iniciativas de Natal para ajuda ao comércio tradicional”, frisou.

O presidente da direção da ACICB deixou ainda claro que estas verbas não são apenas para os seus associados, mas sim para todos, independentemente de serem ou não sócios da ACICB.

A ACICB tem cerca de mil associados e abrange todos os concelhos que integram a Comunidade Intermunicipal da Beira Baixa (CIMBB): Castelo Branco, Idanha-a-Nova, Oleiros, Proença-a-Nova, Penamacor e Vila Velha de Ródão.

LUSA/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

Esclerose Múltipla

Cristiana Lopes Martins, fisiatra nos hospitais de Portimão e Lagos (Unidade Local de Saúde do Algarve) e na Unidade Local de Saúde do Litoral Alentejano; Eduarda Afonso, fisiatra no hospital de Faro (Unidade Local de Saúde do Algarve)

Enfermeiros querem reunir com António Gandra d’Almeida

O Sindicato Nacional dos Enfermeiros (SNE) saudou esta quarta-feira a eleição de António Gandra d’Almeida como novo diretor executivo do Serviço Nacional de Saúde. Em declarações ao nosso jornal, o responsável afirmou que vai solicitar uma reunião com António Gandra d’Almeida e a nova equipa.

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights