Hungria anuncia compra da vacina chinesa

29 de Janeiro 2021

O primeiro-ministro húngaro anunciou esta sexta-feira a conclusão iminente de um contrato com o laboratório chinês Sinopharm para vacinas contra a Covid-19, afirmando que opta pelo composto da China porque lhe transmite "mais confiança". 

“Vou esperar pela minha vez e quando o momento chegar vou optar pela vacina chinesa”, contra o SARS-CoV-2, disse hoje Viktor Orban no habitual programa semanal que mantém na rádio pública da Hungria.

“Os chineses têm a mais prolongada experiência com este vírus, e são, provavelmente, os que têm mais informação”, acrescentou sublinhando que na Europa também a Sérvia adotou o composto da República Popular da China.

Budapeste espera “assinar um contrato” hoje ou no sábado, com o Grupo Farmacêutico Nacional Chinês (Sinopharm) disse ainda o primeiro-ministro.

Anteriormente, Gergely Gulyas, chefe de gabinete de Orban já tinha anunciado o pedido de 500 mil doses da vacina produzida na República Popular da China.

Desta forma, o governo da Hungria demarca-se da União Europeia e da Agência Europeia do Medicamento que aprovaram a vacina da Pfizer-BioNTech e da Moderna, sendo que se espera uma decisão por parte de Bruxelas sobre o composto da empresa AstraZeneca ainda hoje.

Vicktor Orban mantém o “braço de ferro” com a União Europeia e, nesta matéria, defende “uma diplomacia pragmática” que aproxima Budapeste de Moscovo e Pequim frisando “o direito de se abastecer onde quiser”.

“Nós vamos receber as vacinas dos russos, chineses, norte-americanos e vamos falar com os israelitas (…) enquanto vemos que Bruxelas tenta gerir a situação”, disse o primeiro-ministro húngaro.

Na semana passada, Orban anunciou a compra de dois milhões de doses da vacina russa Sputnik-V.

Para acelerar o processo, o governo de Budapeste está a preparar um decreto que vai permitir homologar todas as vacinas que já recebeu e que são destinadas a um milhão de pessoas.

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

Associação Portuguesa de Jovens Farmacêuticos junta partidos para debater o setor antes das legislativas

A Associação Portuguesa de Jovens Farmacêuticos (APJF) vai organizar, no próximo dia 26 de fevereiro, um debate público para discutir as principais preocupações do setor farmacêutico para os próximos anos. O evento “Prioridades para o Ecossistema Farmacêutico e da Saúde”, a ter lugar no Centro Ciência Viva, em Lisboa, vai reunir representantes dos partidos políticos num debate que antecede as eleições legislativas. 

Workshop sobre Obesidade assinala Dia Mundial no Porto

No próximo dia 4 de março, Dia Mundial da Obesidade, a cidade do Porto acolhe um workshop gratuito sobre Obesidade, com o intuito de se falar abertamente sobre esta doença que afeta quase mil milhões de pessoas em todo o mundo.

A FEPODABES lança a campanha É HORA DE AJUDAR

O Presidente da FEPODABES, Alberto Mota, deixa o apelo: “todos os cidadãos com mais de 18 anos, que tenham mais de 50kg e que sejam saudáveis podem dar sangue. Esse gesto simples contribui para salvar muitas vidas”.

Cancer Summit da MSD regressa com o mote “Salvar e Melhorar Vidas”

No dia 24 de fevereiro, no Altice Arena, realiza-se a 3.ª edição do Cancer Summit, um evento na área da Oncologia da MSD Portugal. A iniciativa tem como mote “Salvar e Melhorar Vidas” e pretende promover a qualidade dos cuidados prestados aos doentes oncológicos a nível nacional.

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights