Açores contabilizam 51 novos casos e 26 recuperados

15 de Julho 2021

Os Açores diagnosticaram, nas últimas 24 horas, 51 novos casos positivos de Covid-19, sendo 38 em São Miguel, sete na Terceira, quatro no Pico, um em São Jorge e um nas Flores, enquanto 26 pessoas recuperaram da doença.

A informação consta do boletim de hoje da Autoridade de Saúde açoriana, segundo o qual na ilha de São Miguel “a totalidade dos casos decorre de transmissão comunitária”.

Por concelhos, Ponta Delgada regista hoje o maior número de novos casos, com 24 doentes diagnosticados nas últimas 24 horas, seguindo-se Ribeira Grande com sete novos casos e Lagoa seis novos doentes com Covid-19.

No concelho de Vila Franca do Campo há um novo doente.

Na ilha Terceira, há quatro novos casos no concelho da Praia da Vitória, ao passo que, em Angra do Heroísmo, foram registados três casos, um referente a um viajante, residente que obteve resultado positivo ao 6.º dia.

A Autoridade de Saúde açoriana dá conta ainda “do aparecimento de uma cadeia de transmissão local primária, entre os concelhos de Praia da Vitória e Angra do Heroísmo, cuja origem está por aferir”.

No Pico, registam-se quatro novos casos, no concelho da Madalena (quatro viajantes, sendo dois não residentes e os outros dois residentes, com resultados positivos ao 6.º dia).

Nas Flores, há um novo caso no concelho das Lajes.

Em São Jorge, foi identificado um novo caso no Norte Grande, um viajante, residente, com resultado positivo ao 6.º dia após a chegada.

Nas últimas 24 horas, foram realizadas 2.249 análises nos laboratórios de referência da Região e uma em laboratório não convencionado.

Também nas últimas 24 horas foram registadas 26 recuperações, 25 das quais em São Miguel e uma na ilha Terceira.

Continuam internados nos Açores 13 doentes com Covid-19, sendo 12 no Hospital do Divino Espírito Santo, em Ponta Delgada, na ilha de São Miguel, um dos quais em Unidade de Cuidados Intensivos (UCI) e um no Hospital de Santo Espírito da ilha Terceira.

O arquipélago conta presentemente com 411 casos positivos ativos, sendo 358 em São Miguel, 24 na Terceira, 14 no Pico, seis em São Jorge, seis nas Flores e três no Faial.

Estão ativas no arquipélago oito cadeias de transmissão local primária, sendo duas no Pico, três na Terceira, uma em São Jorge, uma no Faial e uma São Miguel/Flores.

Desde o início da pandemia foram diagnosticados nos Açores 6.861 casos positivos de Covid-19, tendo recuperado da doença 6.272 pessoas e falecido 34.

Desde 31 de dezembro de 2020 e até 8 de julho, já foram “administradas nos Açores 250.705 doses de vacinas contra a Covid-19, havendo 129.190 pessoas com, pelo menos, uma dose (53,21% da população) e 121.515 pessoas com vacinação completa (50,05%)”, no âmbito do Plano Regional de Vacinação.

A pandemia de Covid-19 provocou pelo menos 4.061.908 mortos em todo o mundo, entre mais de 188,3 milhões de casos de infeção pelo novo coronavírus, segundo o balanço mais recente da agência France-Presse.

Em Portugal, desde o início da pandemia, em março de 2020, morreram 17.182 pessoas e foram registados 916.559 casos de infeção, de acordo com a Direção-Geral da Saúde.

A doença respiratória é provocada pelo coronavírus SARS-CoV-2, detetado no final de 2019 em Wuhan, cidade do centro da China, e atualmente com variantes identificadas em países como o Reino Unido, Índia, África do Sul, Brasil e Peru.

LUSA/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

ULS de Braga celebra protocolo com Fundação Infantil Ronald McDonald

A ULS de Braga e a Fundação Infantil Ronald McDonald assinaram ontem um protocolo de colaboração com o objetivo dar início à oferta de Kits de Acolhimento Hospitalar da Fundação Infantil Ronald McDonald aos pais e acompanhantes de crianças internadas nos serviços do Hospital de Braga.

DE-SNS mantém silêncio perante ultimato da ministra

Após o Jornal Expresso ter noticiado que Ana Paula Martins deu 60 dias à Direção Executiva do SNS (DE-SNS) para entregar um relatório sobre as mudanças em curso, o HealthNews esclareceu junto do Ministério da Saúde algumas dúvidas sobre o despacho emitido esta semana. A Direção Executiva, para já, não faz comentários.

FNAM lança aviso a tutela: “Não queremos jogos de bastidores nem negociatas obscuras”

A Federação Nacional dos Médicos (FNAM) disse esta sexta-feira esperar que, na próxima reunião com o Ministério da Saúde, “haja abertura para celebrar um protocolo negocial”. Em declarações ao HealthNews, Joana Bordalo e Sá deixou um alerta à ministra: ” Não queremos jogos de bastidores na mesa negocial. Não queremos negociatas obscuras.”

SNE saúda pedido de relatório sobre mudanças implementadas na Saúde

O Sindicato Nacional dos Enfermeiros (SNE) afirmou, esta sexta-feira, que vê com “bons olhos” o despacho, emitido pela ministra da Saúde, que solicita à Direção-Executiva do Serviço Nacional de Saúde (DE-SNS) um relatório do estado atual das mudanças implementadas desde o início de atividade da entidade.

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights