Três detidos em manifestação anti-vacinas obrigatórias na Austrália

12 de Fevereiro 2022

Pelo menos três pessoas foram presas este sábado durante um protesto em massa em várias partes de Camberra, onde milhares de pessoas se manifestaram contra as vacinas obrigatórias e restrições impostas pela pandemia, foi anunciado.

Segundo a televisão estatal ABC, um dos detidos conduziu o seu veículo através de um bloqueio de estrada da polícia, enquanto os outros dois infringiram a lei num dia em que pelo menos 100 manifestantes saltaram a cerca em torno do Parlamento, apesar dos esforços da polícia para os conter.

Embora os manifestantes tenham ocupado várias áreas da capital desde finais de janeiro, a polícia reconheceu que nas últimas horas houve um “afluxo significativo” de pessoas num parque do centro da cidade, de onde marcharam até ao Parlamento.

O Primeiro-Ministro australiano, Scott Morrison, falando numa conferência de imprensa, reconheceu o direito dos manifestantes a protestar, mas pediu-lhes que o exercessem pacificamente e lembrou que as vacinas só são obrigatórias para alguns funcionários do sistema de saúde.

A Austrália, um dos países que impôs mais restrições para conter a pandemia, acumulou 2,88 milhões de contágios e cerca de 4.543 mortes, enquanto mais de 90% da sua população foi totalmente vacinada e mais de 40% recebeu a dose de reforço.

LUSA/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

Projeto liderado pela ESEnfC vence Prémio Erasmus+

O projeto europeu de capacitação para a prática de cuidados de enfermagem multiculturais, “MulticulturalCare”, liderado pela Escola Superior de Enfermagem de Coimbra (ESEnfC) e com coordenação da professora Ana Paula Monteiro, foi vencedor do Prémio Erasmus+ na categoria de Parcerias de Cooperação no Ensino Superior do ano 2023, foi anunciado na última terça-feira.

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights