Timor-Leste registou 727 casos e um óbito

21 de Fevereiro 2022

Timor-Leste registou 727 novos casos, 18 hospitalizações e um óbito associado ao coronavírus SARS-CoV-2 na semana até domingo, com a capital, Díli, a ter a maior fatia de novas infeções, segundo o boletim epidemiológico semanal.

O boletim, preparado por equipas do Ministério da Saúde timorense, em conjunto com a ‘task-force’ para Prevenção e Mitigação da covid-19 e o Instituto Nacional de Saúde do país, refere que o país parece já ter ultrapassado o pico da terceira vaga da pandemia, provocada pela entrada da variante Ómicron.

Com o mais recente óbito registado em Díli, aumentou para 125 o número de pessoas infetadas com o SARS-CoV-2 que morreram desde o início da pandemia.

Timor-Leste registou 22.358 infeções desde o início da pandemia.

Desde março de 2021 já necessitaram de hospitalização em Timor-Leste um total de 727 pessoas.

Dos mortos registados, 91,2% não tinham a vacinação completa.

Timor-Leste voltou na semana passada a ultrapassar os mil casos ativos, algo que já não acontecia desde setembro de 2021, altura em que o país enfrentava a então predominante variante Delta.

No final de domingo Timor-Leste tinha 1260 casos ativos em todo o país.

O Laboratório Nacional de Timor-Leste lançou esta semana um novo serviço que permite a quem tenha feito testes receber os resultados por email.

Ao longo da última semana registaram-se novos casos em praticamente todos os municípios de Timor-Leste, com exceção de Viqueque, sendo que depois de Díli, com 558 novos casos, a região de Bobonaro, junto da fronteira com a Indonésia, registou o segundo maior número de novos casos (53).

A taxa de incidência média durante a última semana foi de 7.9 casos por 100 mil habitantes, abaixo dos 13,3 registados na semana anterior.

Já a taxa de positividade (casos confirmados relativamente ao número de testes) foi de 20,7% num universo de 3.360 testes realizados, um valor mais baixo do que a taxa de 32,2% na semana anterior.

Na última semana foram administradas em todo o país cerca de 7.000 doses de vacinas contra a Covid-19.

Até 20 de fevereiro de 2022, foram administradas 676.633 primeiras doses de vacina, com 72,2% das pessoas com mais de 12 anos com pelo menos uma dose.

A segunda dose da vacina foi dada a 570.665 pessoas, com 60,9% das pessoas com mais de 12 anos com as duas doses.

O reforço foi dado até agora a 9.855 pessoas.

LUSA/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

ÚLTIMAS

Projeto liderado pela ESEnfC vence Prémio Erasmus+

O projeto europeu de capacitação para a prática de cuidados de enfermagem multiculturais, “MulticulturalCare”, liderado pela Escola Superior de Enfermagem de Coimbra (ESEnfC) e com coordenação da professora Ana Paula Monteiro, foi vencedor do Prémio Erasmus+ na categoria de Parcerias de Cooperação no Ensino Superior do ano 2023, foi anunciado na última terça-feira.

MAIS LIDAS

Share This
Verified by MonsterInsights