Centro Hospitalar do Oeste com serviços normalizados após constrangimentos

O Centro Hospitalar do Oeste (CHO) informou esta tarde que se encontra assegurado o normal funcionamento dos serviços hospitalares, depois de a Urgência Pediátrica ter registado constrangimentos que obrigaram ao encaminhamento de doentes para outras unidades.

“Está assegurado o normal funcionamento de prestação de cuidados de saúde à população”, informou o conselho de administração do Centro Hospitalar do Oeste, depois de o Serviço de Urgência Pediátrica do Hospital das Caldas da Rainha ter registado “alguns constrangimentos no atendimento aos utentes, até às 09:00 de hoje, domingo”.

Até essa hora, foi necessário ativar o desvio de doentes enviados pelo Centro de Orientação de Doentes Urgentes (CODU/INEM), admite o CHO num comunicado em que esclarece que se “manteve a urgência externa a funcionar, dando resposta a quem lá se dirigiu pelos seus meios”.

Os utentes transportados pelo CODU/INEM foram encaminhados para outras unidades da região, as quais asseguraram a resposta e o funcionamento em rede, refere a administração hospitalar.

O Sindicato Independente dos Médicos (SIM) tinha informado hoje que as Urgências Pediátricas de Faro e das Caldas da Rainha se encontravam encerradas este fim de semana, devido à falta de médicos.

O Centro Hospitalar do Oeste integra os hospitais das Caldas da Rainha, Torres Vedras e Peniche, tendo uma área de influência constituída pelas populações dos concelhos de Caldas da Rainha, Óbidos, Peniche, Bombarral, Torres Vedras, Cadaval e Lourinhã e de parte dos concelhos de Alcobaça e de Mafra.

LUSA/HN

0 Comments

Submit a Comment

O seu endereço de email não será publicado.

Share This